fbpx

Agenor e Fernando Diniz se livram de julgamento no STJD por expulsões contra o Bahia

Expulsos na derrota por 3 a 2 para o Bahia, pela 6ª rodada do Brasileirão, o goleiro Agenor e o técnico Fernando Diniz seriam julgados pelo STJD nesta sexta-feira. No entanto, advogado do Fluminense argumentou ao órgão que o clube não recebeu notificação dentro do prazo de 3 dias e livrou os tricolores dos tribunais.

Agenor se adiantou em pênalti naquele duelo e, de acordo com o Código Brasileiro de Justiça Desportivo (CBJD), impediu “de qualquer forma, em contrariedade às regras de disputa do jogo, uma oportunidade clara de gol”.
Poderia pegar gancho de três jogos.

Na ocasião, anulada a primeira cobrança, defendida pelo goleiro, o juiz autorizou uma segunda, já com Rodolfo debaixo das traves. Gilberto, dessa vez, marcou.

Por sua vez, o treinador havia sido indiciado por desrespeitar os árbitros e invadir o local reservado a eles, incluindo o campo. A suspensão poderia chegar a nove jogos, sendo seis pelo artigo 258 e três pelo 258-B.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top