Nenê concorda em diminuir salários e acerta com o Fluminense

Na mira desde janeiro, ainda na gestão de Pedro Abad, Nenê, descartado pelo São Paulo, acertou com o Fluminense. A negociação, conduzida por Celso Barros e Paulo Angioni, foi retomada a pedido de Fernando Diniz. Essa é a segunda contratação da nova diretoria, empossada em 10 de junho. A primeira foi o goleiro Muriel, apresentado à imprensa nesta terça-feira.

Convencido por Diniz a ir para Laranjeiras, o meia concordou em diminuir a pedida salarial. Como veio ao Rio de Janeiro assistir à conquista da Copa América pela seleção brasileira, pôde se reunir nesta semana com dirigentes tricolores para encaminhar a tratativa. O anúncio deve ocorrer nas próximas horas.

Com o prazo para inscrição nas oitavas-de-final da Sul-Americana encerrado, Nenê não poderá ser sequer relacionado para os confrontos contra o Peñarol, nos dias 23 e 30 de julho. Por outro lado, tem só dois jogos no Brasileirão, o que o deixa livre para estrear pelo novo clube assim que regularizado no BID da CBF.

Aos 37 anos, o jogador vinha treinando separadamente do elenco são-paulino. Não atua desde empate em 1 a 1 entre São Paulo e Atlético-MG, quando deu assistência a Alexandre Pato. Em 16 partidas na temporada, foram cinco passes para gol e nenhuma bola na rede.

Revelado pelo Paulista de Jundiaí, Nenê passou por Palmeiras e Santos até rumar para a Europa, onde rodou por Espanha (Mallorca, Alavés, Celta de Vigo e Espanyol), França (Mônaco e PSG) e Inglaterra (West Ham). Após passagem pelo Al-Gharafa, do Catar, voltou ao Brasil contratado pelo Vasco. Depois transferiu-se para o Morumbi e, agora, vestirá verde, branco e grená.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Jornal O Globo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *