fbpx

Apresentado oficialmente, Nenê se diz motivado e elogia estilo de jogo imposto por Diniz

Meia de 37 anos concedeu entrevista coletiva no Maracanã, pouco antes do empate em 1 a 1 entre Fluminense e Ceará

Foto: Lucas Merçon / FFC

Depois de uma longa novela, Nenê enfim foi confirmado como reforço do Fluminense. Além do anúncio, realizado nesta segunda-feira (16), aconteceu também a apresentação oficial do jogador, que assinou com o Tricolor até o fim de 2020. Pouco antes da partida entre Flu e Ceará, que terminou empatada em 1 a 1, o meia de 37 anos concedeu entrevista coletiva no Maracanã junto ao presidente Mário Bittencourt e comentou sobre o sentimento de vestir a camisa verde, branca e grená.

“Sou um cara que gosta bastante de desafios. Chegar em um grande clube é um motivo de grande orgulho. Venho com motivação muito grande para dar meu melhor e ajudar meus companheiros da melhor maneira que puder”.

Nenê falou sobre o ‘namoro’ antigo entre ele, seu staff e o clube. O meia fez questão de enaltecer o estilo de jogo imposto por Fernando Diniz e se mostrou motivado em fazer parte da equipe, que tem como principal característica priorizar a posse de bola.

“É semana do meu aniversário e aniversário do clube também. Esse namoro já vinha há muito tempo. E agora com Celso, Mario, Angioni e Diniz se concretizou. Estilo de jogo que para mim vai ser muito bom. Sou um cara que gosta de ter a bola toda hora. Acho que isso vai agregar muito para mim. O estilo do Diniz me animou muito para estar trabalhando com ele”.

Perguntado sobre a possibilidade de atuar ao lado de Paulo Henrique Ganso, o atleta de 37 anos deixou nas mãos de Diniz a decisão, mas afirmou que os dois juntos não deixariam o time desguarnecido no setor defensivo. Para ele, ambos podem revesar na marcação e auxiliar os companheiros.

“Isso é problema do Diniz. Não tem muito o que falar. Acho que dá para encaixar. Eu poderei rapidamente entender o que o Diniz busca do time. Se tiver que marcar um pouquinho mais, revezarmos, um ficar mais perto de gol do outro… Isso vai ser com o Diniz”.

O meia, que ainda não foi regularizado no BID, também fez uma breve análise da sua condição física. Vale lembrar que o jogador vinha treinando separado do restante do elenco do São Paulo, seu ex-clube.

“Teve a parada normal, Fiquei alguns dias descansando. Mas depois treinei normalmente no São Paulo. Sou um cara muito ativo, fiz alguns trabalhos extras, jogo futevôlei. Fisicamente estou muito bem. Estou à disposição, não sei se para o próximo jogo, mas para muito em breve”.

Por fim, Nenê não descartou uma possível estreia justamente no clássico contra o Vasco, onde atuou do meio de 2015 até o início de 2018. De acordo com o experiente atleta, a pressão da torcida vai ser normal, e o importante é estar focado para garantir um bom resultado dentro de São Januário.

“É uma coisa que se tiver possibilidade, estarei com certeza muito empolgado para jogar e ajudar o Fluminense a buscar a vitória. Sabemos como são os torcedores, é normal do futebol, vai haver pressão”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top