Nino destaca importância da vantagem conquistada no Uruguai, mas afirma: “Nada está decidido”

Com contrato até o final do ano, zagueiro tricolor se disse feliz no clube e projetou a partida contra o Peñarol, pela Copa Sul-Americana

Foto: Lucas Merçon / FFC

Emprestado pelo Criciúma ao Fluminense, Nino se firmou como titular da equipe após as lesões de Digão e Matheus Ferraz, e vem agradando o treinador Fernando Diniz com bons desempenhos, apesar do alto índice de gols sofridos do Tricolor. Com contrato até o fim do ano, o zagueiro ainda não sabe o que acontecerá no futuro, mas destacou que se sente feliz no clube e gostaria de continuar para a próxima temporada.

“Eu pertenço ao Criciúma e o Fluminense tem a opção de compra no final do meu contrato. Não sei se tem essa opção de renovar o empréstimo, creio que não. Mas o Fluminense tem a prioridade na compra e eu não estou querendo me preocupar com isso agora. Sei que as coisas vão acontecer da melhor maneira possível. O que posso dizer é que estou muito feliz aqui e me sinto realizado jogando pelo Fluminense. Então acredito que tudo vai acontecer no momento certo, não sei quando nem como, mas espero que seja da melhor maneira possível para mim e para o clube também. Vir para o Fluminense já é um sonho realizado. Eu não quero pensar no futuro, mas sim aproveitar tudo que eu estou vivendo agora. Sei que Deus está cuidando e o melhor vai ser feito. Prefiro aproveitar o agora”.

Nino também projetou a partida de volta contra o Peñarol, válida pelas oitavas da Copa Sul-Americana. Como venceu o jogo de ida no Uruguai por 2 a 1, o Fluminense pode até perder por 1 a 0 que se classifica. O defensor destacou a necessidade do time entrar ‘100% ligado’.

“Terça-feira tem um jogo muito importante. Ainda está em aberto a classificação. Conseguimos uma boa vantagem no Uruguai, mas nada está decidido. Temos que entrar sempre 100% ligados para garantir essa classificação e continuar com esse sonho de conquistar o título da Copa Sul-Americana”.

Por fim, o zagueiro voltou a comentar sobre Thiago Silva, seu ídolo pessoal e fonte de inspiração para a posição. Para ele, ter a oportunidade de conhecer um dos melhores jogadores do mundo e ídolo tricolor foi muito gratificante.

“Antes de vir para o Fluminense, eu já havia acompanhado ele na Seleção e no PSG. Ao vir para o Fluminense, vem a identificação dele com o clube. A admiração e o carinho por ele só aumentaram. Um cara com muito potencial, o melhor zagueiro, na minha opinião. Um cara que eu me espelho muito. Fiquei muito feliz de ter tirado foto com ele. Observo muito para também aprender. Tudo que ele faz dentro de campo, pelo grande jogador que ele é e também pela grande pessoa que ele se mostra ser”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *