fbpx

De solução a problema: Fluminense é processado por venda de Gerson

Foto: Alexandre Loureiro/Getty Images

Vendido à Roma, da Itália, por 16 milhões de Euros (R$60 milhões à época), em 2015, o meia Gerson virou de solução a problema no Fluminense. Isso porque, o clube acumula quatro processos na Justiça do Rio, que somados, totalizam R$18 milhões, cerca de 30% do valor da venda do jogador em 2015.

Segundo o site Globoesporte.com, a dívida é relacionada ao não pagamento aos parceiros que detinham percentual do meia e comissões de empresários envolvidos na venda celebrada em 2015.

Ainda de acordo com o portal, dois destes processos já estão na fase de acordo entre as partes. Outros dois, no entanto, segue em fase de execução. Um desses, ainda de acordo com o Globoesporte.com, resultou no arquivamento de um recurso devido ao não pagamento de uma taxa judicial.

A dívida foi gerada na gestão Peter Siemsen, presidente que vendeu o jogador, e não foi quitada pelo sucessor Pedro Abad. Desde então, por conta de juros, subiu para R$ 9,5 milhões. E, além desta, outras três ações foram movidas por Davi Macedo Filho Representações Comerciais, Brazil Football LTDA e T Desenvolvimento e Educação Esportiva LTDA (Traffic).

Vale destacar que o Fluminense terá direto a cerca de 318,6 mil euros (R$ 1,3 milhões), fruto do mecanismo de solidariedade da Fifa recorrente a negociação do jogador que trocou a Roma pelo Flamengo, que desembolsou cerca de 11,8 milhões milhões de euros (R$ 49,5 milhões) na contratação do atleta formado nas categorias de base do Tricolor.

2 Replies to “De solução a problema: Fluminense é processado por venda de Gerson”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top