fbpx

Altair eterno Ídolo Tricolor

Organizei entre 2009 e 2013, algumas manifestações e celebrações pouco – ou nada – comuns no mundo do futebol brasileiro. Dentre elas, a comemoração de aniversários de ex-atletas do meu clube: o Fluminense. Isso fez com que, eu me aproximasse de eternos ídolos tricolores. Dentre eles, Altair Gomes de Figueiredo, o “Altair”.
Essa minha aproximação com ídolos tricolores, de décadas passadas, que contribuíram muito na construção da gigantesca história do Fluminense, é uma valiosa experiência que trago com muito carinho no meu coração. Sempre acreditei que, “quem sabe faz a hora, não espera acontecer”. E ofertar afeto, gratidão e reconhecimento a quem merece, não custa muito. Afinal, parafraseando o poeta baiano Waly Salomão, “eu não preciso de muito dinheiro, graças a Deus”.
Nascido em Niterói, Altair foi o quarto jogador que mais vezes vestiu a centenária camisa do Fluminense. Altair foi campeão na Copa do Mundo de 1962, no Chile, pela Seleção Brasileira. Além de inúmeros títulos pelo Fluminense, como o Carioca de 1964, ano em que nasci. Altair cumpriu sua passagem por aqui e nos deixou hoje. É o inevitável ciclo da vida. Valeu, Altair! Muito obrigado por tudo!

AltairEternoÍdoloTricolor

FluminenseFootballClub1902

Argeu Affonso (Grande Benemérito FFC), Roberto Sander (Escritor e Jornalista), Joel (ex jogador FFC, campeão carioca 51), Jair Marinho (ex jogador FFC, campeão Carioca 59), Vitor (ex jogador FFC, campeão carioca 51), Altair (ex jogador FFC, campeão carioca 59, 64 e 69) e Eduardo Coelho. Foto no Bar do Tênis FFC em 7 de setembro de 2012.
Time do Fluminense campeão Carioca de 64.
Em pé: Carlos Alberto Torres, Altair, Oldair, Valdez, Castilho e Procópio
Agachados: Pai Santana ( massagista), Jorginho, Denilson, Amoroso, Joaquinzinho e Gilson Nunes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top