Ganso diz que vaias da torcida são justas e analisa mudança de treinadores: “Estilos diferentes”

Camisa 10 tricolor, que saiu de campo vaiado no empate com o Corinthians, evitou comparar Diniz com Oswaldo de Oliveira e deu razão aos torcedores

Foto: Lucas Merçon / FFC

Um dos principais jogadores do Fluminense, Paulo Henrique Ganso não teve uma boa atuação no empate em 1 a 1 com o Corinthians, que culminou na eliminação da equipe da Copa Sul-Americana, e saiu de campo vaiado no segundo tempo. Diante de uma defesa adversária sólida e difícil de se penetrar, o camisa 10 pouco conseguiu produzir e acabou sendo substituído justamente por Pablo Dyego, autor do gol de empate.

Após a partida, Ganso desconversou quando perguntado sobre a diferença entre Fernando Diniz e Oswaldo de Oliveira, mas afirmou que são ‘estilos diferentes’. Além disso, o meia disse ver com normalidade as vaias da torcida, principalmente quando o resultado positivo não vem.

“São treinadores com estilos diferentes, acaba sendo assim, mudando um pouco a forma de jogar. Não tenho nenhum recado para mandar, precisamos sair da zona de rebaixamento. O torcedor vai vaiar quando o time não vence, não consegue uma classificação, justo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *