Oswaldo de Oliveira lamenta eliminação e comenta estratégia escolhida: “Precisávamos nos precaver”

Novo treinador tricolor estreou com empate em 1 a 1 com o Corinthians, que acabou resultando na desclassificação do Flu na Copa Sul-Americana

Foto: Lucas Merçon / FFC

Contratado para assumir o Fluminense após a demissão de Fernando Diniz, Oswaldo de Oliveira estreou com empate em 1 a 1 com o Corinthians, no Maracanã. Como o primeiro jogo havia sido 0 a 0, em Itaquera, o Tricolor carioca foi eliminado da Copa Sul-Americana devido ao gol sofrido dentro de casa. Após a partida, o novo treinador concedeu entrevista coletiva e lamentou o resultado negativo após a expectativa criada em torno do jogo.

“Minha expectativa era muito otimista. Procuramos criar um ambiente, um clima que nos favorecesse, sabíamos das dificuldades que iríamos encontrar, principalmente, pela minha estreia com uma equipe diferente, que ainda não conhecia bem. Se tivesse o resultado positivo, o ânimo iria lá para cima, mas temos uma caminhada longa e vamos ter que nos equilibrar para dar sequência ao trabalho com os pés no chão”.

Oswaldo também comentou sobre a postura adotada para a partida decisiva. Diferentemente do que vinha fazendo, o Fluminense jogou mais fechado e propôs menos as jogadas. De acordo com o técnico, a estratégia visava precaver o time dos contra-ataques potentes do Corinthians.

“Jogamos com um adversário que explora muito o contra-ataque e precisávamos nos precaver. Eles fizeram o gol no que eles são fortes e nós fizemos o gol no que nós treinamos. Infelizmente, não fizemos o gol lá e precisávamos evitar o gol aqui, no contra-ataque eles fizeram o gol e isso aumentou muito a dificuldade de reverter”.

Apesar da eliminação, o comandante garantiu que o elenco tem qualidade e que a solução para os resultados aparecerem é trabalhar cada dia mais, para assim atingir um equilíbrio defensivo sem abdicar do ataque.

“Trabalho para melhorar e a melhora vem com o treinamento, com as coisas que a gente tem para desenvolver na equipe. Vamos prosseguir nessa linha, nesse caminho, pois vejo a capacidade da equipe do Fluminense bastante alta. Temos jogadores com qualidade e vamos procurar progredir nesse sentido, mantendo o equilíbrio defensivo e também, com agressividade no ataque para vencer as partidas”.

Por fim, Oswaldo falou brevemente sobre as mudanças que pretende fazer na equipe e no modelo de jogo praticado pelo Tricolor.

“Temos que trabalhar para fazer as coisas melhorarem, para a equipe se tornar competitiva e vencer as partidas. Já estamos observando, conversando, treinando para alçar essa maneira de jogar, provocar no time a ambição de vencer, de fazer os gols e prevenir para que não sofra gols também”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *