fbpx

Promessa tricolor, Miguel Silveira ainda não foi utilizado por Oswaldo de Oliveira

Foto: Lucas Merçon/FFC

Jogador mais jovem a atuar pelo Fluminense na era profissional, o jovem Miguel Silveira parece não ter agradado o técnico Oswaldo de Oliveira. Após estrear no time principal no jogo da volta da Copa do Brasil contra o Cruzeiro, em junho, o atleta passou a ser nome frequente na lista dos relacionados de Fernando Diniz. Situação bem diferente com Oswaldo.

A falta de oportunidades no profissional e a não utilização na base acabou prejudicando Miguel na disputa por uma vaga na seleção sub-17. Presente no Sul-Americano desse ano, o jogador não foi convocado para Copa do Mundo da categoria, que será disputada aqui no Brasil. O goleiro Marcelo é o único representante do Fluminense.

Miguel tem apenas 16 anos, assinou contrato até 2022 e é tratado como uma das grandes revelações de Xerém nos últimos anos. Precoce, o atleta pulou o sub-20, atuou pouco pelo sub-17 e hoje sonha em ter mais chances na equipe principal. É possível que o jogador tenha sido deixado de lado por conta da pressão vivida no clube, mas é inegável que o talento do meia merece mais cuidados e não pode ser desprezado. Sem muito esforço é possível ver nomes contratados para receber em certos casos mais de vinte vezes o salário de Miguel Silveira e não justificaram tal investimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top