fbpx

Fluminense x Santos: STJD julgará Ganso e Oswaldo por discussão e mais três jogadores por expulsões; veja pacotão de denunciados

Os diversos episódios que marcaram o empate em 1 a 1 entre Fluminense e Santos, no dia 26 de setembro, ainda devem render problemas aos clubes. Por causa da briga à beira do campo, Paulo Henrique Ganso e Oswaldo de Oliveira foram denunciados pelo STJD e serão julgados com base no Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) a partir das 11h30 da próxima segunda-feira.


Ganso: responderá por “ofender alguém em sua honra” e, além de multa de R$ 100 a R$ 100 mil, pode ser suspenso por até seis jogos.

Oswaldo: responderá por “ofender alguém em sua honra” (suspensão de até seis jogos e multa de R$ 100 a R$ 100 mil) e por “provocar a torcida” (suspensão de dois a seis jogos) em gesto obsceno ao deixar o campo.


O duelo terminou com três jogadores a menos em razão de expulsões: Digão e Frazan, pelo Fluminense, e Marinho, pelo Santos, passarão por julgamento. O capitão atingiu com o pé o rosto de Marinho, enquanto o jovem zagueiro derrubou o mesmo adversário com carrinho. O santista, por sua vez, cometeu falta dura em João Pedro.


Digão: responderá por “agressão” e pode ser suspenso por quatro a 12 jogos.

Frazan: responderá por “jogada violenta” e pode ser suspenso por até seis jogos.

Marinho: responderá por “conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva” e pode ser suspenso por até seis jogos.


Por fim, o próprio clube e profissionais de seus bastidores foram indiciados por ocorridos naquela quinta-feira no Maracanã. Acontece que a equipe de arbitragem, na saída para os vestiários, ouviu de tricolores ofensas como “vagabundos, safados, pilantras…”, segundo a súmula. Além disso, até um gandula e a FERJ vão ser julgados.


Fernando Simone (gerente de futebol), Rodrigo Henriques (supervisor) e Allan Neiva (auxiliar de supervisão): responderão por “ofender a equipe de arbitragem” e, além de multados de R$ 100 a R$ 100 mil, podem ser suspensos por 15 a 90 dias.

Fluminense: responderá pela “conduta de seus integrantes” (multa de até R$ 10 mil) e pelo comportamento de gandula (multa entre R$ 100 e R$ 100 mil).

George Allan Nascimento Moura (gandula): responderá “por não cumprir a determinação de reposição de bola” e pode ser multado.

FERJ: responderá pelo comportamento do gandula e pode ser multada de R$ 100 a R$ 100 mil.


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Saudações Tricolores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top