Ricardinho comanda seleção feminina de basquete nos JMM

Técnico da base tricolor já está na China para a disputa da sétima edição dos Jogos Mundiais Militares

Técnico das categorias de base do basquete tricolor desde o início do ano passado, Ricardinho tem pela frente um desafio inédito em sua curta carreira como treinador. Ele comandará a seleção brasileira feminina nos Jogos Mundiais Militares, que serão realizados em Wuhan, China, de sexta-feira (18/10) até o dia 27 deste mês.

Com uma história vitoriosa como jogador, Ricardinho fez a transição para a carreira de técnico aos poucos. Somente após alguns estágios e clínicas assumiu a base do Fluminense. Nas Forças Armadas não foi muito diferente. Primeiro, entrou na Força Aérea Brasileira como atleta, em 2014, e apenas no ano passado assumiu o comando da seleção militar feminina.
“Tinha chances de continuar jogando, mas já tinha estagiado algumas vezes no Fluminense e no Vasco, acompanhando os treinadores da base. Fiz clínicas com alguns técnicos amigos meus em São Paulo e Belo Horizonte, e fui tomando gosto. Quando surgiu a oportunidade no Fluminense, não pensei duas vezes. Seis meses depois recebi o convite para virar treinador da seleção feminina militar. Estou feliz com as escolhas que fiz e sigo firme na caminhada”, disse o treinador, que embarcou para a China na sexta-feira passada (12/10).
Em sua estreia como técnico nos Jogos Mundiais Militares, Ricardinho espera fazer bonito na China.
“A expectativa é a melhor possível. Estou muito motivado e certamente vamos brigar pelo título. Temos uma equipe muito qualificada, bem experiente, mesclada com juventude. Com certeza a gente vai fazer bonito e voltar com a medalha de ouro para o Brasil porque a gente merece”, finalizou o técnico tricolor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *