fbpx

Marcão reconhece insucesso de plano para segurar Flamengo e destaca gol cedo: “Tudo muda”

O Fluminense não conseguiu parar o Flamengo e acabou derrotado por 2 a 0, domingo, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na entrevista pós-jogo, Marcão reconheceu o insucesso do plano pensado para encarar o líder e destacou a influência do gol aos 3 minutos, marcado por Bruno Henrique em falha da zaga.

— A equipe do Flamengo veio marcando muito forte e fizeram um gol no início. Não encaixamos nosso jogo de apoiar e furar a linha alta deles. Montamos uma estratégia, tivemos algumas chances, mas foi aquém do que imaginávamos. Eles marcaram muito forte e foram muito felizes. Não fomos eficientes.

— A gente tentou mudar o posicionamento para incomodar o Flamengo. Eles jogam com uma linha muito alta. Por isso, tentamos ter velocidade pelos lados. Aconteceu em alguns momentos. A gente treinou para isso, para não marcar os zagueiros deles e apertar os volantes. Mas, tomamos um gol muito rápido, e tudo muda.

Vindo de duas derrotas seguidas, o Tricolor se reaproximou da zona de rebaixamento – pode perder uma posição e empatar em pontos com o CSA, 17º colocado, a depender dos resultados dessa segunda-feira. A equipe buscará a recuperação nos próximos confrontos diretos, contra Chapecoense (em casa) e Ceará (fora).

— Temos que pegar as coisas positivas e o que não funcionou. Vai ser dessa forma. Precisamos estar fortes para brigar contra as equipes que também estão nessa parte da tabela. Temos que elevar o mental da nossa equipe, porque serão jogos difíceis — disse o técnico do clube.


CONFIRA MAIS RESPOSTAS DE MARCÃO:

Estratégia para o clássico: “A gente busca uma transição em velocidade. Nem sempre vou usar dois homens por dentro. Temos as passagens do Yony, do Nem… E foi o que a gente buscou nesse jogo, tirar o homem por dentro para buscar a penetração pelos lados. Para pegar a equipe do Flamengo, tem que jogar muito rápido, porque eles reagem muito rápido. Se não tiver essa velocidade, e foi isso que aconteceu, eles marcam bem e usam as armas que tem”.

Lucão: “Tem entrado bem, evoluído nos treinamentos. Tem se dedicado 100% para buscar um espaço na equipe. Ele é candidato, está dentro do grupo e compromissado. Pode nos ajudar”.

Desempenho da defesa: “A equipe do Flamengo tem uma rotação muito forte dos homens de frente, o que cria uma dificuldade muito grande para os adversários. Em um momento está o Gabriel; depois o Bruno, o Everton… Para jogar contra o Flamengo, tem que ter uma equipe que fala muito, que cobra muito, para pegar essas trocas. O Flamengo criou muitas dificuldades, mas serve de aprendizado”.


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top