fbpx

Após vitória de 2 a 0, Marcão se consolida como técnico do Flu

A vitória contra o São Paulo, no último jogo, tirou o Flu da zona de rebaixamento e deixou o time respirar por uns minutos (assim como o treinador).

A vitória também fez o técnico Marcão brilhar e respirar sossegado, já que precisava dos 3 pontos para uma maior segurança no cargo.

Recentemente, o treinador foi um dos motivos para uma divergência política entre o presidente Mário Bittencourt e o vice-presidente geral, Celso Barros, que se mostrou a favor de uma mudança no comando técnico.  

A atuação impecável do Tricolor fora de casa dá ainda mais respaldo ao trabalho de Marcão, que parece ter encontrado a formação ideal para fazer o Fluminense permanecer na Série A.

Pablo Dyego entrou na vaga de Yony González e com isso, o ataque tricolor foi formado por crias de Xerém, já que Marcos Paulo continuava em campo.

Posteriormente, Evanilson foi a campo no lugar do autor do segundo gol, mantendo o setor com jogadores feitos em casa. O jogador foi relacionado após a barração de João Pedro. Essa foi a primeira vez que Evanilson jogou pelos profissionais em 2019. Sua estreia, porém, aconteceu no Carioca de 2018, partida contra o Boavista. 

Chama a atenção pelo fato do Fluminense ter contratado diversos jogadores ofensivos, como Ewandro, Guilherme e Brenner, que, por estar emprestado pelo São Paulo, não foi relacionado.  

“É uma dificuldade muito grande a cada rodada. Foi muito importante somar esses pontos. Muitos não acreditavam, mas a nossa equipe acreditou. Levamos pontos importantes para o Rio de Janeiro, mas não dá para descansar. No domingo, temos outra batalha. Vamos enfrentar o Internacional também com o mental muito forte.” – declarou Marcão.

 O Tricolor enfrenta o Internacional no próximo domingo (10) , às 16:00, no Beira Rio, em Porto Alegre, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top