fbpx

Em meio a crise com Celso Barros, presidente Mário Bittencourt concede entrevista coletiva nesta quinta

Foto: Thiago Ribeiro

A crise do Fluminense não é surpresa pra ninguém. Os inúmeros problemas dentro e fora de campo tomam conta do noticiário tricolor. A bola da vez é a novela “Mário x Celso”. Pregando uma união durante a campanha e se apresentando como a solução para tirar o Fluminense da crise moral e financeira, a dupla vive tempos difíceis e insustentáveis a frente da direção do clube. Esse parece ser o foco principal da entrevista coletiva de amanhã – ao menos se depender dos repórteres.

Principal apoiador de Mário durante a campanha, Celso Barros passou a ser ignorado pelo presidente após vir a público e externar sua opinião sobre a fase do Fluminense. Na ocasião, Celso disse que defendia a demissão do técnico Marcão. A crise foi se propagando e o vice-presidente Geral passou a ser carta fora do trabalho, ficando de fora da delegação nos jogos contra São Paulo e Internacional. Para piorar, Celso Barros não recebeu ingressos para a partida diante do Atlético Mineiro. Está claro que Mário está isolando o seu aliado de campanha.

A entrevista coletiva pode trazer novidades até certo ponto óbvias. Muito se fala sobre o afastamento definitivo de Celso Barros. A expectativa é grande sobre os assuntos que serão abordados. Quem sofre com tudo isso é a torcida, carente de resultados e promessas cumpridas. Aguardemos a coletiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top