fbpx

Dificuldades ajudam a tornar jogadores mais “cascudos”, segundo Técnico Eduardo Oliveira

Após três jogos com três vitórias e oito gols feitos, nenhum sofrido, o técnico Eduardo Oliveira classifica o começo da Copinha como difícil e cheio de “problemas diferentes” para se resolver.

Na opinião dele isso é bom porque ajuda a evoluir a equipe e torná-la mais “cascuda”.

” – Temos o propósito de evoluir a cada jogo e a gente têm sido testado com problemas diferentes. Hoje tivemos o problema da chuva, pois infelizmente são duas equipes que gostam de jogar com a bola, mas ficou um jogo mais direto, tivemos que nos adaptar e resistir a isso. Temos que continuar com essa caminhada de evolução, independente de adversário – comenta Eduardo. “

Após experiências diferentes na base, o técnico acredita que a competição é importante para os jogadores ficarem mais resistentes, “cascudos”:

“– É o último estágio de uma formação no sub-20. E você encarar adversários duros que as vezes você não conhece e que você precisa ler o jogo e tomar as melhores decisões rapidamente, até adaptando um pouco a maneira como você gosta de jogar, devido ao clima por exemplo, isso vai criando uma experiência maior para o jogador e criando uma casca. É isso que a gente procura na base. Formar o jogador de uma maneira integral para que ele possa subir para o profissional e realmente tenha o rendimento necessário para continuar dando alegria ao torcedor.”

Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

Fonte: globo esporte

62 Replies to “Dificuldades ajudam a tornar jogadores mais “cascudos”, segundo Técnico Eduardo Oliveira”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top