fbpx

Destaque contra Portuguesa, Miguel brinca: “Tem que ser abusado”

O jogo entre Fluminense e Portuguesa, quinta-feira, no Maracanã, ganhou uma nova cara a partir da entrada de Miguel, que substituiu Felippe Cardoso, no segundo tempo. Ao Premiere, após o triunfo por 2 a 0, o meia de apenas 16 anos explicou sua evolução desde a chegada ao profissional, em 2019.

— Com o passar do tempo, a gente vai jogando, vai pegando mais ritmo, ficando mais à vontade. Estou me acostumando aos companheiros, pegando mais intimidade ali no campo.

Além da boa atuação, o jovem aplicou bonito chapéu e ainda deu assistência para o gol de Gilberto. Depois, brincou sobre ser “abusado” em campo.

— Ah, tem que ser (abusado). Se não, não anda.

Nas redes sociais do jogador, o clima é de zoação para cima do adversário e de carinho com os companheiros de elenco, especialmente Gilberto, a quem chamou de “paizão”. Veja tweets:

Publicado por: Nicholas Rodrigues.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top