fbpx

Em dia de coletiva, Muriel conversa com a imprensa

O goleiro Muriel concedeu entrevista no CT Carlos Castilho na tarde dessa terça-feira (28). Confira alguns pontos da coletiva do camisa 27:

Vitória contra o Bangu e Entrosamento

“Foi um jogo muito positivo. Campo difícil, calor, seis estreias e menos tempo de trabalho, mas imprimimos um bom ritmo de jogo. Estamos em andamento para melhorar”.

Time com a cara do Odair

“Isso com certeza tem a mão do Odair! Estamos nos acostumando ao estilo de jogo dele e acho que é muito satisfatório o desempenho dele. Essa mescla de jogadores experientes com os mais jovens que funcionou bem. Mesmo com muitas estreias, jogadores que chegaram agora, conseguimos superar isso. E teremos mais coisas para superar ao longo do ano”.

Muriel responde as perguntas da imprensa/Foto: João Eduardo Gurgel

Retorno após a lesão

“Fiquei dois meses parado, e nos primeiros jogos ainda não me sentia tão confiante. Da lesão estou 100% recuperado. Fisicamente demorei a chegar no meu nível e acho que não estou no meu ápice ainda, isso só se adquire jogando. Pensamos no geral e tomamos a decisão para que eu venha crescer à cada jogo, e para os jogos mais decisivos, de mata-mata, estar 100%”.

Priorizar algum campeonato em específico (Copa do Brasil, Sulamericana)?

“A gente sabe da importância que tem um jogo mata-mata. É decisivo, mas sempre que um time grande entra é para vencer. Acredito que o clube fez muito certo em equilibrar, dividir os jogos, alongar um pouquinho a pré-temporada. No meu caso, demorei um pouquinho mais para estrear. Mas estamos encarando com a mesma seriedade todos os jogos. A Sul-Americana começa já com mata-mata, temos que estar em nível alto já nesse jogo de semana que vem, com certeza. Mas a dedicação é igual para todos”.

Expectativa para o Fla X Flu e escalação

“Todo mundo quer jogar. Sabemos a importância de ter um jogo. Bons jogadores ganham jogos. Elenco ganha campeonatos. Todos aqui querem jogar, mas sabemos da importância de ter um grupo forte. O bem maior é do Fluminense, todos têm a ganhar”.

“Ano passado a gente não conseguiu jogar nosso máximo dentro desse. O Flamengo estava vivendo um momento extraordinário e foi superior. A gente perdeu alguns jogadores, mas mantivemos uma identidade, o clube se reforçou muito bem, está criando um grupo consistente e focado. É pouco tempo de trabalho ainda, mas quem acompanha o dia-a-dia sabe que todos têm se cobrado. O torcedor pode esperar um time muito aguerrido, que vai dar tudo para vencer, seja contra adversário grande ou pequeno. Só assim vamos criar uma identidade vencedora”.

Sobre o novo goleiro, João Lopes

“Goleiro muito rápido, estava jogando como eu, lá em Portugal. Lá, o calendário permite descansar mais. Falei com ele que aqui no Brasil, vai ter ralar um pouquinhos mais (risos). Mas é um cara que tem qualidade, e vem pra somar e contribuir para o crescimento de todos”.

Saudações Tricolores,

João Eduardo Gurgel

Crédito da Foto Inicial: João Eduardo Gurgel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top