fbpx

Coletiva Matheus Ferraz; Confira o que o zagueiro falou com a imprensa

O zagueiro Matheus Ferraz concedeu entrevista coletiva hoje no CT Carlos Castilho. Confira algumas palavras do “Maldini” tricolor:

Espírito de liderança dentro do clube e forma física

“Nos clubes que passei, sempre tive esse espírito de liderança. Acho que consigo trazer um pouco disso comigo aqui para dentro. Para você chegar numa boa forma física, acho que precisa de uns cinco, seis jogos para começar a pegar o ritmo necessário. Para o segundo jogo, estaremos melhores mas ainda longe do nosso ideal. “

Vídeo: João Eduardo Gurgel

Retorno aos gramados

“Não via a hora de voltar a jogar. Nenhum jogador gosta de ficar só treinando, ainda mais a parte de lesões, fisioterapia, Minha ansiedade estava grande. Fique feliz em começar o ano e poder voltar a jogar. Fico feliz em poder voltar a jogar antes do esperado. Estou me preparando mais, quero evoluir, quero crescer.”

Sobre Odair Hellmann e o que ele treina

“O Odair ele já chegou com um esquema tático definido. Procura manter nossa equipe bem compactada, treina linha altas, linhas baixas e nos preparando para todos os tipos do jogos. É um treinador que trabalha com muita intensidade e quer tirar o melhor de cada um”

Fred e Thiago Silva

Vídeo: Fluminense FC

Jogadores mais experientes

Tem chegado jogadores com muita experiencia e capacidade de liderança como o Hudson, Henrique, Egídio, a gente tem ainda o Nenê, Ganso, todos com muita experiencia. Como tem muitos jovens, a gente tenta passar um pouco da nossa experiência que vivemos na nossa carreira, tanto nos treinos quanto nos jogos.

Vídeo: João Eduardo Gurgel

Sobre o Nenê dentro do grupo:

Um cara que agrega muito o grupo. Ele que faz as brincadeiras e tudo mais. Isso só traz o bem para o grupo. Um cara sensacional, um profissional muito dedicado. Um cara diferente, exemplar. Um cara que traz muitas coisas boas para o grupo.

Preocupação com jogadores de idade mais avançada no Flu

O futebol tem mudado muito. No passado, aos 32, o jogador já parava de jogar. Hoje em dia, com a tecnologia, isso melhorou o rendimento. O atleta virou mais profissional também. Ver também o rendimento do atleta durante os anos de carreira é importante. É muito relativo. Os jogadores se preparam muito hoje em dia.

Dificuldades contra a Portuguesa, próximo adversário

Como na primeira rodada, precisa ter uma organização muito grande. Nós temos qualidade para superar a parte física deles, mesmo eles começando a jogar o campeonato antes. Precisamos estar organizados para ultrapassar essas dificuldades e ganhar o jogo.

Saudações Tricolores,

João Eduardo Gurgel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top