fbpx

Mário Bittencourt sobre retorno de Fred: “Todo mundo sabe que é um desejo da nossa torcida e da presidência”

Foto: Gladyston Rodrigues

A segunda-feira pode ser decisiva no assunto retorno do ídolo Fred ao Fluminense. Isso porque está marcada uma reunião do atacante com a diretoria do Cruzeiro para tratar sobre a permanência ou não de Fred na equipe. Ao que tudo indica, o artilheiro não aceitou a proposta de redução salarial do Cruzeiro, que deve quantia milionária ao jogador.

Em entrevista após a vitória diante da Cabofriense por 1×0, em Bacaxá, o presidente Mário Bittencourt falou sobre a situação do atacante Fred.

Foto: globoesporte.com

– A gente não iniciou nenhuma conversa com o Fred, ele tem vínculo com o Cruzeiro. Nossa ideia é que, havendo um rompimento lá e esse rompimento seja oficial, a gente, assim, possa começar a conversar com ele. Para deixar bem claro, não houve nenhuma conversa prévia com ele nem com representantes dele. Todo mundo sabe que é um desejo da nossa torcida e nosso também de repatriar ele, o nosso ídolo. Mas estamos trabalhando esse ano com os pés no chão, fazendo as coisas dentro das possibilidades. O que eu posso deixar claro é que a gente vai fazer tudo que estiver dentro das possibilidades do Fluminense caso ele rescinda com o Cruzeiro – disse Mário Bittencourt.

A possibilidade de Fred reforçar o tricolor esse ano é grande. Depoimentos de dirigentes já indicaram que não houve acordo com o atacante e o mesmo já foi liberado dos treinamentos. A reunião desta segunda deve selar a saída do atacante e abrir o caminho para o Fluminense negociar o retorno do ídolo. O presidente ressaltou que já tem um projeto para o Fred desde que ele saiu das Laranjeiras.

Existe um projeto na minha cabeça desde o dia em que ele saiu do Fluminense, em 2016. Eu fui candidato em 2016, não venci a eleição, em 2019 nós vencemos, e todo mundo sabe que tenho interesse em trazê-lo de volta para o Fluminense, mas dentro das condições que a gente pode fazer. Porque nós estamos trabalhando com o pé no chão, estamos reestruturando um clube. A nossa folha salarial nesse momento ainda é um pouco menor do que a do ano passado, mesmo com as contratações que chegaram – concluiu ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top