Flu perde invencibilidade em partida contra o Boavista

Próxima desafio do Tricolor será na terça-feira contra o Unión Lá Calera, pela Sul-Americana

O Fluminense perdeu sua primeira partida no Campeonato Carioca na noite deste sábado (01/02), ao ser derrotado pelo Boavista por 1 a 0, em partida válida pela 5ª rodada da Taça Guanabara. Depois de quatro vitórias seguidas, o técnico Odair Hellmann poupou alguns jogadores, já pensando na estreia da Copa Sul-Americana, que acontece na próxima terça-feira (04/02), às 21h30 no Maracanã, diante do chileno Unión de La Calera. Mesmo com o revés, o Tricolor se mantém na liderança do grupo B, com 12 pontos.

O JOGO

Aos 8 minutos, Miguel cobrou escanteio perigoso e o goleiro desviou para escanteio. Em nova cobrança, Matheus Ferraz subiu de cabeça, mas Klever defendeu. Grande chance tricolor nos pés de Yago aos 26 minutos, ele finalizou rasteiro e o goleiro ficou com a bola. A segunda etapa começou com o Flu no ataque. Aos 3 minutos, após bola levantada na área, Matheus Ferraz subiu mais que o adversário e a bola passou muito perto do gol. Aos 13 minutos, o Boavista abriu o placar com Caio Dantas. Aos 29, Michel Araújo arrancou pela direita e cruzou para Yago chutar, mas a bola subiu muito. No lance seguinte, Miguel tabelou com Nene, que chutou forte e a bola passou por cima da meta adversária. Nene cobrou falta perigosa aos 35 minutos e quase empatou a partida no Maracanã.

FICHA TÉCNICA

CAMPEONATO CARIOCA 2020 – Taça Guanabara – 5ª RODADA
Maracanã – Rio de Janeiro/RJ

Fluminense (0)
Muriel; Gilberto, Matheus Ferraz, Digão e Orinho; Yuri (Matheus Alessandro), Hudson e Yago; Gabriel Capixaba (Michel Araújo), Miguel e Felippe Cardoso (Nene).

Técnico: Odair Hellmann

Boavista (1)
Klever; Wellington Silva, Douglas Pedroso, Elivelton Viana e Jean Victor; Fernando Bob, Erick Flores, Tartá (Luis Soares) e Jefferson Renan; Michel (Guilherme Costa) e Caio Dantas (Victor Pererira).

Técnico: Paulo Bonamigo

Gol: Caio Dantas (13’/2T) – BOA;

Cartões amarelos: Yago e Hudson (FLU); Wellington Silva (BOA)

Arbitragem: Bruno Arleu de Araújo, auxiliado por Silbert Faria Sisquim, Marcus Vinicius Machado de Araújo brandão e Diego Henriques Gandara.

Público: 10.446 torcedores pagantes

Renda: R$ 237.268,00

Texto: Comunicação/ FFC 
Fotos: Lucas Merçon/ FFC


Sobre o autor