O Técnico em coletiva falou sobre falhas , sequência de jogos e W. Silva

Em coletiva de imprensa pós jogo Odair, comentou sobre a lentidão na partida, e declarou que não achou normal.

Confira detalhes da entrevista:

FALHAS: Poucos momentos conseguimos jogadas técnicas e criar volume. Tivemos boa posse, boa troca de passes, mas desse volume não conseguiu produzir o que faz diferença no futebol, que são situações perigosas. Nos próximos jogos buscar essas evoluções, são aprendizados. Quando enfrentar em outra partida, buscar outras soluções. Grupo está triste pela derrota, mas amanhã temos que trabalhar de manhã porque terça temos decisão de Sul-Americana.

SEQUÊNCIA DE JOGOS: São situações que implicam ao treinador. São 21 dias, jogamos cinco partidas e temos a sexta em 24. A cada três dias, um jogo e sete para treinar. Com todos que saíram e que tinham entrosamento natural com a equipe, com todos chegando, jogadores que não pudemos inscrever no início, mais as lesões… Momentos de dificuldade vão acontecer no caminho, estávamos conseguindo passar por tudo isso. Tem muita coisa pela frente. Terça tem um jogo difícil porque lá (Chile) o campo é pequeno, de grama sintética. Depois tem o clássico, Copa do Brasil, onde nós vamos classificar porque estamos trabalhando para isso. Depois a semifinal… Vamos definindo com questões físicas e técnicas quem pode ir para o jogo, os que estão mais fortes para sairmos vencedores.

Wellington Silva: -Pedido nosso. Aqui, quando traz um jogador, não existe um cara que decide sozinho, as coisas são decididas em conjunto. Temos um presidente, uma comissão de futebol, a gente senta, conversa, tem planejamento, visualiza oportunidade sob parte financeira, e avalia. Se ele está vindo, é porque é de bom grado. Pode ter certeza, bem absoluta, que nenhum jogador que está ou vai estar no grupo não vai ser de bom grado, isso não tem a mínima possibilidade. Eu quero também o Messi, Cristiano Ronaldo, Neymar, mas temos que ter calma nesses aspectos. Somos bastante profissionais. Jogador que está no grupo vai ser do nosso agrado e ajudar na caminhada difícil e longa que temos pela frente.

Sobre o autor