fbpx

O Técnico Tricolor reconhece falhas no primeiro tempo do jogo.

Após a partida, o técnico Odair admitiu que o time ficou devendo no primeiro tempo, mas, valorizou a atuação na etapa final. E disse:

– Em relação ao primeiro tempo, realmente a gente não conseguiu, com a posse, criar oportunidades de gol, lances perigosos, finalizações. Já no segundo tempo foi bem diferente, além da posse, a gente conseguiu produzir situações claras de gol. Antes do próprio gol, a gente saiu na cara com o Miguel, criou situações importantes, fez o gol. O jogo estava totalmente controlado – disse e acrescentou:

– E o gol, sabe como a gente tomou o gol? De uma cobrança de lateral, não foi de contra-ataque, não foi porque nós estávamos com dois, três ou quatro a mais. Foi de uma situação até que nós evitamos o contra-ataque.

O técnico também explicou a opção de não ter começado o jogo com, pelo menos, Marcos Paulo ou Evanilson em campo.  Acrescentou:

– O Evanilson estava dentro do planejamento jogar 25, 30 minutos, o Marcos Paulo, 45, talvez menos. A gente ainda está colocando jogadores para estrearem. Mas foi bom, porque eles entraram e entraram bem. São jogadores importantes para o grupo. Que pena que num jogo que o adversário se propôs a defender e teve uma bola, conseguiu o gol.

SUBSTITUIÇÃO E LESÕES MARCOS PAULO E EVANILSON

– Marcos Paulo e Evanilson fizeram três treinamentos com bola. É que o departamento médico, o departamento de fisioterapia, a fisiologia, a parte física… Eles fizeram uma recuperação fantástica desses dois jogadores.

– Não era nem para eles estarem em campo, pela lesão que tiveram. Mas a competência dos departamentos fez com que esses jogadores antecipassem essas possibilidades.

– A gente poderia iniciar com eles, mas um jogador que está há muito tempo, que não conseguiu fazer a pré-temporada, que fez três treinamentos com a bola, ia sentir a parte de ritmo muito mais forte nesse primeiro tempo. Talvez não pudesse nem fazer 45 com vigor. Tanto que os dois sentiram no segundo tempo. Eles entraram com muita vontade, muita movimentação, mas com o passar do tempo, eles também foram perdendo o ritmo.

– Estava tudo dentro do planejamento. Que bom que a gente conseguiu colocar eles nesse tempo e que eles conseguiram dar boa resposta técnica, física, mas eles vão evoluir muito ainda. Foi tudo muito bem pensado, planejado. Deu certo nesse sentido. Quero aqui parabenizar publicamente aos departamentos por toda essa recuperação dos jogadores, que não eram nem para estar no jogo de hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top