Fluminense vence o Moto Club, avança na Copa do Brasil

Vitória por 4 a 2 sobre o Moto Club garantiu a vaga na próxima fase

O Fluminense não teve facilidade no Castelão, em São Luís (MA), mas passou para a segunda fase da Copa do Brasil, na noite desta quarta-feira (26/02), vencendo o Moto Club por 4 a 2. O time da casa abriu o placar ainda no primeiro minuto de jogo e ampliou já aos 11, tornando o jogo ainda mais complicado. Mas logo depois, Nene sofreu pênalti que ele mesmo converteu. O técnico Odair Hellmann colocou Ganso no lugar do Yuri e, a partir daí, o Flu passou a ter o controle das jogadas ofensivas. Na volta do intervalo, a reação foi imediata. Nene empatou em bela cobrança de falta. Nino fez o terceiro de cabeça, aos 26. E aos 38, Marcos Paulo deu números finais ao jogo com um bonito gol, driblando dois zagueiros e tirando do goleiro.

PRIMEIRO TEMPO:

Logo no primeiro minuto, Wallace abriu o placar para o time da casa, de cabeça, após escanteio cobrado pelo lado esquerdo do ataque. Aos 5 minutos, boa triangulação entre Nene e Egídio, a bola sobrou para Gilberto que finalizou em cima da zaga. Na sequência, Nene cobrou escanteio mas a zaga despachou. George fez o segundo do Moto Club aos 11, com o gol vazio. Após contra-ataque, Ancelmo o encontrou livre na pequena área. Aos 13, Evanilson tentou de fora da área mas a bola subiu demais. No lance seguinte, Wellington Silva subiu e encontrou Nene, que invadiu a área e sofreu pênalti. O próprio Nene cobrou, aos 17, e marcou . Aos 19, após escanteio, Fernando Pacheco pegou o rebote e chutou rente a trave esquerda do goleiro Saulo. Aos 30, pressão total do Fluminense. Após troca de passes na área Gilberto chutou forte e carimbou a zaga, no rebote, Wellington Silva chutou colocado para a defesa de Saulo. Aos 34, Nene cobrou escanteio e Nino cabeceou para mais uma defesa do goleiro adversário. O Tricolor seguiu pressionando e buscando a infiltração nas linhas defensivas da equipe maranhense.

SEGUNDO TEMPO:

O Fluminense empatou logo aos 3 minutos, Nene acertou uma linda cobrança de falta sofrida por Ganso. O sétimo gol de Nene em 2020. Sob chuva, o Moto Club teve dois escanteios aos 10 e aos 12, sem sucesso. Aos 21, em falta pela esquerda do ataque, o Moto Club alçou bola na área cortada por Muriel, no rebote, a bola chutada de fora da área saiu pela linha de fundo. Mais uma falta sofrida por Ganso, aos 26. Nene cobrou na cabeça do zagueiro Nino, que só completou para o gol. O Moto Club, tentando aproveitar o gramado molhado, tentou alguns chutes de longa distância, sem sucesso. O campo pesado dificultou a troca de passes da equipe do Fluminense e o jogo ficou muito travado no meio campo. Aos 38 minutos, o quarto gol do Flu. Ganso recebeu um passe errado da defesa adversária e armou o contra ataque com Yago, que acabara de entrar. Ele encontrou Marcos Paulo na área, que se livrou de dois zagueiros e chutou sem chances para o goleiro Saulo.


FICHA TÉCNICA

COPA DO BRASIL 2020 – 1ª FASE
Estádio Governador João Castelo, São Luís, Maranhão.

Moto Club (MA)
Saulo, Denílson, Ramon, Wallace (Douglas) e Wesley; Amaral, Naílson, Doda (Luan) e Ancelmo; Sílvio e George (Clecione).
Técnico: Dejair Ferreira

Fluminense
Muriel, Gilberto, Nino, Digão e Egídio; Yuri (Ganso), Henrique e Nene; Fernando Pacheco (Marcos Paulo), Wellington Silva (Yago Felipe) e Evanilson.
Técnico: Odair Hellmann

Cartões amarelos: Saulo, George, Naílson (Moto Club) e Yuri, Evanilson, Gilberto, Marcos Paulo (Fluminense)

Arbitragem: Felipe Fernandes de Lima (MG), auxiliado por Ricardo Junio de Souza (MG) e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (MG)

Texto: Comunicação/FFC
Fotos: Mailson Santana/FFC

Sobre o autor