Mário reafirma apoio a Odair mesmo após eliminação na primeira fase da Sul-Americana

O Fluminense ainda vive a amargura de ter caído logo na primeira fase da Copa Sul-Americana, ante o modesto Unión La Calera, do Chile. Tanto é que especulou-se que o técnico Odair Hellmann já corria risco de demissão em caos de novo insucesso na Copa do Brasil.

O presidente de Fluminense no entanto tratou de encerrar qualquer tipo de especulação sobre o assunto e garantiu a permanência do treinador no cargo.

Odair teve apenas sete dias de pré temporada e recebeu um elenco com mais de dez jogadores novos. Não é cabível fazer uma avaliação de qualquer treinador em apenas 40 dias de trabalho. Por causa deste tipo de conduta, de mandar treinadores embora a cada insucesso, é que o futebol brasileiro possui graves problemas. O calendário é um desastre e as pessoas querem eleger um culpado a qualquer preço. Odair seguirá com nosso total apoio independente do resultado de quarta – afirmou Mário.

Vale destacar que o mandatário por diversas vezes se mostrou contrário a essa “moda” do futebol brasileiro no que diz respeito a demissão de treinador, chegando inclusive a dizer abertamente que teria sido convencido a demitir Fernando Diniz durante a turbulência que o time viveu no Brasileirão passado.

Foto: Divulgação/FFC

Sobre o autor