fbpx

Odair ressaltou ” o time não pode ter só uma forma de jogar.”

Com a classificação , após a vitória , o Fluminense vai enfrentar o Botafogo-PB na próxima fase em jogo único. Em coletiva concedida pós jogo.

O Técnico fala sobre as formas de jogar, sobre Ganso e Nenê juntos de novo: “A ideia contra o La Calera, a ideia contra o Flamengo e a ideia de hoje é porque é uma variação que nós temos. O time não pode ter só uma forma de jogar. A gente precisa ter essas variações. Nós temos essa variação, trabalhamos essa variação e a gente visualiza sempre o próximo jogo. A princípio a gente continua com um meia de ligação, a gente vai usar os dois sempre da melhor forma possível, para potencializar a qualidade que os dois têm para o nosso time, para o nosso grupo. E aí dentro dos jogos, ou em um jogo que, por estratégia ou característica, a gente achar necessário, a gente faz. Mas a ideia ainda é o início só com um meia, o que não significa que tem algo definitivo. Futebol não pode ter nada definitivo. Se isso nos mostrar também na sequência, que ele pode ser ofensivo como é, no desequilibrar, na construção, mas também ser firme na parte defensiva, certamente a gente independentemente de nomes ou situações, a gente usa e vai usar isso também inicialmente. Mas a gente tem uma ideia, continua nessa ideia, mas apto sempre às mudanças, de novas situações de variações para gente buscar os resultados.”

E sinda comentou sobre a fase do Nenê no início de temporada: ” Eu já comentei isso outras vezes, o Nenê é o atleta. O biotipo dele ajuda, ele tem uma boa biotipia, o que faz com que você também fique mais longevo na carreira. Mas não só a biotipia, é também seu comportamento como atleta. E ele tem esse comportamento. Juntando essas situações, facilita para que ele tenha longevidade, com qualidade, com movimentação, com intensidade. Se eu não me engano, eu não tenho essa certeza, talvez ele não tenha tido nenhuma lesão grave na carreira, um cara que não teve esse problema, isso também agrega à situação da biotipia e sobre ser atleta. Feliz por ele, mas eu sempre puxo o individual para o grupo.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top