Demora de desfecho no caso de Fred, poderá resultar em ausência do jogador no Carioca

Fevereiro termina neste sábado com novela ainda longe do fim, e Tricolor tem até 19 de março para oficializar contratação e inscrever atacante no Estadual. Mário mantém contato com agente

A “novela Fred” caminha para um final feliz para o atacante e o Fluminense, mas a passos de tartaruga. Apesar de o jogador ter conseguido sua rescisão de contrato com o Cruzeiro por uma liminar da Justiça do Trabalho há 12 dias, tanto o Tricolor quanto o staff do atleta tratam a iminente ida para as Laranjeiras com cautela para evitar um novo “caso Scarpa”. As duas partes aguardam a audiência de julgamento da ação, que ainda não teve data divulgada, para darem sequência às tratativas.

A precaução se dá pelo fato de que, a qualquer momento, o Cruzeiro pode derrubar por vias legais a liminar que determinou a rescisão unilateral do atacante, o que faria com que Fred voltasse a ter vínculo empregatício com a Raposa e, portanto, não pudesse defender outro clube. Além disso, a rescisão de contrato ainda não foi publicada no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF.

Fred não deve jogar Carioca

A demora para um desfecho provavelmente deixará Fred fora da disputa do Campeonato Carioca. Isso porque o prazo de inscrição no Estadual fica cada vez mais apertado: o limite previsto no regulamento é em 19 de março. Mesmo que seja inscrito com pendências de documentação até esta data, o atacante só teria um dia a mais para ser regularizado a tempo.

Além disso, Fred não chegará às Laranjeiras já em condições de estrear. O último jogo do atacante foi no início de dezembro, contra o Grêmio no Campeonato Brasileiro, e ele não participou de toda a pré-temporada pelo Cruzeiro este ano. Afastado, passou a treinar separadamente do elenco no dia 17 de janeiro, e desde 18 de fevereiro não trabalhou mais no clube. 

Após obter a liminar na Justiça, Fred tirou alguns dias de descanso ao lado da esposa, Paula Armani, e desde então vem mantendo a forma por conta própria. Porém, ele vai precisar de um tempo para recuperar o ritmo de jogo com os treinamentos. Até por conta disso, os dois lados já consideram a hipótese de a reestreia do ídolo com a camisa tricolor ficar para depois do Carioca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *