Base Tricolor comemora seis atletas na Seleção

Coordenador acredita que ideia de jogo ofensiva de Xerém facilita no desenvolvimento dos jogadores

O Fluminense teve seis jogadores convocados para as Seleções Brasileiras de base, em fevereiro, e o que mais chamou a atenção dos profissionais de Xerém foi a quantidade de atletas ofensivos lembrados para representar o Tricolor na Granja Comary. O meia Kayky e os atacantes João Neto e Matheus Martins foram convocados para o Brasil Sub-17 e o meia Dohmann e o atacante João Lourenço foram chamados para a Sub-15. O zagueiro Kayky Almeida também foi lembrado pelo técnico da Seleção Sub-15.  

“Temos uma ideia de jogo em Xerém. Uma ideia própria, que acreditamos e incentivamos em todas as nossas categorias. Valorizamos um jogo ofensivo, limpo, intenso, que prioriza a posse de bola objetiva através de passes e dribles rápidos para criar espaço e finalizar no gol adversário. Ao perder a bola buscamos reagir rápido para recuperar a posse de forma organizada. Acreditamos que isso vai ajudar muito no desenvolvimento dos nossos jogadores”, explicou o coordenador técnico, Marcelo Veiga.

A base do Fluminense tem uma filosofia e metodologia própria. Xerém segue a mesma metodologia para todas as categorias, seguindo a mesma ideia de jogo. Porém, o trabalho é diferenciado para cada faixa etária, respeitando a fase de desenvolvimento de cada Moleque de Xerém. O clube disponibiliza para os profissionais da base um Documento Orientador com toda a metodologia de formação da base do Fluminense.

Comunicação FFC
Foto: Mailson Santana/FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *