Miguel sente incômodo na coxa esquerda e será levado para exames nessa segunda-feira

Meia de 16 anos se machuca no fim da partida contra o Resende, no Maracanã, e vira preocupação para jogo contra Figueirense, quarta-feira, pela Copa do Brasil

Preocupação para o Fluminense: o meia Miguel, de 16 anos, sentiu uma fisgada na posterior da coxa direita no fim da goleada por 4 a 0 sobre o Resende, neste domingo, no Maracanã, pela 2ª rodada da Taça Rio. Nos últimos minutos de jogo, ele deu um passe de calcanhar e, na sequência, ficou sentindo dores na perna. Nesta segunda-feira, ele irá realizar exames para saber a gravidade da (possível) lesão.

– Foi uma dorzinha, uma fisgada, mas não está doendo tanto assim não. Vou fazer exame amanhã e vamos ver o que vai dar – disse ao deixar o estádio.

Miguel iniciou tratamento com gelo já no vestiário, logo após o apito final, mas ainda não sabe se terá condições para a partida de quarta-feira, contra o Figueirense, pelo jogo de ida da 3ª fase da Copa do Brasil.

– Acho que o Fluminense está acima de qualquer um. Fico feliz pela vitória e, quanto a mim, é trabalhar para ver o que é e recuperar o mais rápido possível.

Fonte: Globo Esporte

Foto: MAILSON SANTANA

Sobre o autor