Confira as notas para as atuações dos jogadores no Flu x Figueirense

Nessa última quarta-feira (11), Fluminense enfrentou o Figueirense em Florianópolis pela Copa do Brasil. Confira o resultado de cada jogador:

Muriel (GOL): 5,5

Saiu mal demais em um cruzamento, mas se redimiu depois com boas defesas em chutes de Patrick e Diego Golçalves no segundo tempo. Não pôde fazer nada no gol de Alemão.

Gilberto (LAD): 5,0

Teve trabalho para marcar Diego Gonçalves pelo seu setor e correu risco de ser expulso ao deixar o braço no rosto de Lucas. Saiu no intervalo após sentir um problema na coxa esquerda.

[Igor Julião (LAD): 4,0

Entrou no lugar de Gilberto e tentou dar mais apoio no ataque, mas deixou espaço na defesa. Viu o gol do Figueirense nascer do seu setor e deu condição para o ataque adversário no lance.

Nino (ZAG): 6,5

Foi firme na marcação e saída de bola. Salvou um recuo errado de Egídio e ainda apareceu bem no ataque nas bolas paradas. Não teve culpa no gol.

Matheus Ferraz (ZAG): 5,0

Não esteve no mesmo nível do companheiro e cometeu alguns erros, inclusive na bola aérea, sua especialidade. Deixou Alemão subir livre para fazer o único gol do jogo.

Egídio (LAE): 4,0

Começou bem e deu um bom cruzamento para Marcos Paulo no primeiro tempo, mas depois sumiu. Errou um recuo para Muriel que obrigou Nino a salvar o Fluminense e fez uma falta em Pereira quase em cima da linha da grande área, correndo o risco de fazer pênalti e ser expulso. Árbitro não viu.

Hudson (VOL): 5,5

Tomou um cartão amarelo muito cedo e precisou marcar com mais cautela depois disso, mas não comprometeu e ajudou nas bolas aéreas.

Yago (VOL): 5,0

Errou alguns passes e ficou mais preso à marcação. Praticamente não atacou.

Nenê (MEI): 5,5

No primeiro tempo apareceu mais em bate-boca com os adversários. Melhorou na etapa final, quando deixou Marcos Paulo na cara do gol e quase marcou um golaço em chute de fora da área. Mas perdeu grande chance na área após cruzamento de Pacheco.

Wellington Silva (ATA): 4,0

Vivendo altos e baixos neste retorno ao Fluminense, o atacante voltou a ser irregular. Errou tudo que tentou no primeiro tempo. Melhorou um pouco na etapa final e apareceu em um chute no meio do gol. Saiu para a entrada de Ganso no fim.

[Ganso (MEI): sem nota

Entrou no fim e não teve tempo para fazer nada.

Marcos Paulo (ATA): 4,5

Atuou como centroavante no Orlando Scarpelli e teve as melhores chances do Fluminense no jogo. Na primeira, cabeceou após cruzamento de Egídio e obrigou Sidão a fazer grande defesa. Na segunda, recebeu de Nenê em posição legal e ficou sozinho na área, mas chutou mal, em cima do goleiro. Perdeu gol feito. Saiu depois para a entrada de Pacheco.

[Pacheco (ATA): 5,0

Entrou no lugar de Marcos Paulo e não criou muito, mas conseguiu um bom cruzamento para Nenê, que perdeu ótima chance.

Evanilson (ATA): 4,0

Jogou pela primeira vez como ponta com Odair e teve muita dificuldade. Só voltou a ser centroavante após a saída de Marcos Paulo, mas, já cansado, não teve nenhuma chance.

FOTO: LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE F.C.

Fonte: globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *