Diretores e gerentes do Flu abrem mão de parte salário para ajudar aos funcionários

Diante da pandemia em torno do Coronavírus, que “obrigou” o clube a paralisar toda sua atividade, Diretores e gerentes do clube vão abrir mão de cerca de 15% dos seus salários para ajudar no pagamento dos funcionários que ganham menos no clube.

A informação foi passada pela reportagem da rádio Globo/CBN, que confirmou ainda que a inciativa partiu dos próprios profissionais, se estendendo até que a pandemia do coronavírus normalize as atividades no clube.

Vale ressaltar que a medida alivia um pouco a situação do clube que já vinha passando por dificuldades em relação aos pagamentos desde o ano passado, tendo o agravante agora da crise do Coronavírus, que deve impedir receitas importantes no clube, como: receitas de bilheteria, adesão de novos sócios e até mesmo os royalties nas vendas do novo uniforme, produzido pela Umbro.

Com isso, a medida é vista de forma essencial no clube, pois pode salvar o emprego de muita gente que passa por dificuldades e tem no salário que recebe do Flu sua única fonte de renda.

Sobre o autor