Maracanã será transformado em hospital, mas, gramado será poupado

O estádio que é administrado pela dupla Fla-Flu, mas pertence ao Governo do Estado do Rio, será transformado em hospital e receberá 400 leitos na área do antigo Célio de Barros e no ginásio do Maracanãzinho, para ajudar no combate ao coronavírus. Gramado do ‘Maior do Mundo’ será poupado.

O uso do Maracanã como ponto de atendimento às vítimas do Covid-19 vem sendo discutido desde a última semana. A demora para ‘bater’ o martelo foi em função de indecisão sobre qual espaço do complexo seria utilizado.

O governador do Estado, Wilson Witzel preferia que a estrutura fosse montada no gramado do Maracanã, assim como vem acontecendo em outros estádios pelo Brasil, como por exemplo: O Pacaembu, em São Paulo.
Porém, a dupla Fla-Flu tem uma preocupação, que é a possibilidade da volta do futebol antes da liberação de todos os pacientes. Além, também, do estado do gramado.

Por fim as partes chegaram ao um acordo e gramado será preservado. Sendo utilizado pelo Governo do Estado o antigo estádio de atletismo e o principal ginásio de vôlei do país.

Fonte: UOL
Foto: Wikipedia

Sobre o autor