Geração 2006 chega ao Sub-14 para brigar por títulos

Para o técnico Rômulo Rodriguez, a base do Fluminense é sinônimo de sucesso

A Geração 2006 do Fluminense, sem perder desde 2017, chega à fase de especialização da Metodologia usada para formar jogadores em Xerém. Comissão técnica e atletas esperam repetir, no Sub-14, os bons jogos realizados no período de inicialização. O técnico do time, Rômulo Rodriguez, acredita que, com dedicação e respeitando os valores do clube, a equipe possa seguir invicta por mais uma temporada.

“O nosso objetivo é sempre de formar melhores pessoas e atletas. Mas uma grande geração também é marcada pelas suas conquistas coletivas e o nosso Sub-14 tem muita vontade de conquistar ainda mais. Todos eles sabem que a cada ano as dificuldades se multiplicam e a dedicação tem que ser ainda maior. Além disso, alguns atletas podem colher algumas conquistas individuais este ano, como por exemplo, ser convocado para a Seleção Brasileira. Isso iria valorizar ainda mais o nosso trabalho. O mais forte da nossa equipe é o conjunto, mas é normal ter atletas que se destaquem e se tornem decisivos nas suas funções em campo. Posso citar o Samuel Cardoso, o Mateus Rocha, o Matheus Pedro, o Kauã Sousa, o Gustavo Veiga e o Kauã Elias como principais destaques, mas, além desses atletas, temos vários outros que têm potencial e que acreditamos na evolução durante este ano”, comentou o técnico Rômulo Rodriguez.

Na Metodologia de formação praticada em Xerém, as categorias são divididas em três fases: Inicialização (Sub-11, Sub-12 e Sub-13), na Especialização (Sub-14 e Sub-15) e na Profissionalizante (Sub-16, Sub-17, Sub-18 e Sub-19). A Geração 2006 chegou à segunda fase, onde terá ênfase o trabalho na cultura do clube e na prática de treino diária. São mais treinos do que jogos, para que o jogador assimile os detalhes dos princípios do DNA Tricolor.

“Todos os nossos atletas aprendem os valores praticados pelo clube e a ter no sangue o DNA tricolor. Tentamos sempre controlar as partidas com posse de bola objetiva, com ações ofensivas, mas sem perder a criatividade e o drible. Além disso, mostramos dentro de campo que o espírito de equipe, comprometimento e o respeito são valores que devem ser realizados diariamente”, explicou o treinador.

Rômulo Rodriguez chegou ao Fluminense em 2018, assumindo a categoria Sub-12 (Geração 2006), e logo percebeu se tratar de uma geração de muito talento. Rapidamente adaptado ao DNA Tricolor, conseguiu obter excelentes desempenhos contra os rivais. Em 2019, continuou como treinador da geração, desta vez no Sub-13, disputou duas competições Nacionais (VR Cup e a Liga de Desenvolvimento da CBF), garantindo a conquista de dois títulos contra as melhores equipes do país. Com a conquista do Nacional, a equipe disputou, em 2020, o Sul-Americano da categoria, que rendeu mais uma taça internacional para Xerém e uma vaga na Disney Cup, inicialmente marcada para julho.

Comunicação FFC
Foto: Mailson Santana/FFC

One Reply to “Geração 2006 chega ao Sub-14 para brigar por títulos”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *