fbpx

Ficou devendo? Revelado no Flu, Toró completa nesta segunda, 34 anos

Tido como uma das grandes promessas na sua época, o volante formado nas categorias de base do clube, completa nesta segunda-feira (13), 34 anos.
Atualmente no HIFK, da Finlândia, Toró – que tinha esse apelido porque fazia ‘chover gols’ na base – subiu para os profissionais em 2004, sob o comando de Valdir Espinosa e fez parte parte de um elenco recheado de grandes jogadores, como: Romário, Edmundo e Ramon.

Sob grandes expectativas, a jovem promessa, à época, de 18 anos, tinha tudo pra ser mais uma grande revelação assim como outros que também saíram de Xerém, como: Carlos Alberto, Roger e Diego Souza. Porém, não conseguiu repetir o brilhantismo de sua época de júnior.

Ao todo foram apenas seis partidas com a camisa verde, branca e grená e apenas um gol marcado. Tendo feito parte da conquista do Carioca de 2005 e do Vice-campeonato da Copa do Brasil do mesmo ano.

Em 2006 desembargou na Gávea, onde teve seu melhor momento da carreira. Foram quatro anos, dois títulos nacionais (Copa do Brasil 2006 e Brasileiro de 2009) e três estaduais (2007, 2008 e 2009).
Após sua saída iniciou uma peregrinação, passando por: Atlético-MG (2010/12), Figueirense (2012), Bahia (2013), Sagamihara-JAP (2014/15 e 2017), Anápolis-GO (2016), Goias (2017) e HIFK-FIN (Atual)

Foto: FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top