fbpx

Fluminense acerta negociação de redução salarial com jogadores

Um dos grandes impasses desde que começou o isolamento social por conta do Novo Coronavírus (Covid-19) era de como iria ficar o contrato entre clubes e jogadores, onde depois de seguidas reuniões entre a Comissão de Clubes e o Sindicato dos Jogadores, ficou decidido a negociação individual entre clube e seus respectivos jogadores.

Desta forma, segundo informado por Victor Lessa, setorista do Flu na Rádio Globo, o clube chegou a um acordo de redução salarial durante o período de pandemia.

Através de um documento assinado pelo presidente Mario Bittencourt e Alfredo Sampaio, presidente do Sindicato dos Atletas, ficou acertado que os jogadores abrem mão de 15% do salário de março e 25% de maio. As férias de abril serão pagas metade no final de maio e a outra metade (e terço das férias) até 31 de dezembro.

Ficou combinado ainda que os Jogadores terão 10 dias de bônus de férias sem remuneração ao término da temporada.

O documento foi enviado após uma longa negociação e senão houver nenhuma contestação de última parte pelos atletas, será este o modelo de redução salarial.

Em junho, caso seja possível a realização de jogos (mesmo com portões fechados), o Fluminense voltará a pagar os 100% da remuneração aos jogadores.

Vale destacar que a comissão técnica já havia feito voluntariamente o corte nos salários nos mesmos moldes.

2 Replies to “Fluminense acerta negociação de redução salarial com jogadores”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top