Apesar da pressão da Ferj, Campeonato Carioca só deve voltar depois de junho

A volta dos Campeonatos Estaduais segue um verdadeiro impasse e, movimentando os bastidores do futebol. No caso do Cariocão, Botafogo, Flamengo e Vasco, já sinalizam com um possível apoio para a volta do estadual na segunda quinzena de maio. Por sua vez, o Fluminense, segue contrário e mantém a decisão de voltar a disputa de jogos só depois de receber as garantias de órgãos de saúde.

O tricolor não está sozinho nessa luta e, apesar da pressão da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) em iniciar o quanto antes a retomada do futebol, o principal órgão de saúde do país, o Ministério da Saúde, não recomenda a volta do futebol no país, antes de junho.

Na visão do MS, não há condições de garantir a saúde dos envolvidos e o controle da circulação do vírus em eventos que contam com muito mais do que os 22 jogadores em campo nos próximos 45 dias. A pasta inclusive vem tendo contatos quase que diários com interlocutores da CBF, passando as atualizações sobre a pandemia no país, qua já registra mais de 1500 mortes pelo vírus e quase 30 mil casos confirmados.

Sobre o autor