Flu cogita não entrar em campo se a volta do Carioca for apressada

Diante da pandemia de coronavírus, agregando as restrições vigentes, imposta pelas autoridades, a diretoria Tricolor entende que há uma questão jurídica pendente. Pela lei vigente, os jogadores podem se recusar a entrar em campo sem que ao menos haja o sinal verde do sindicato que os representa.
A menos que receba uma resposta positiva, a diretoria verde, branca e grená não irá se mover em possível negativa do elenco. Caso o clube seja punido com um W.O, o Tricolor tem certeza que estará amparado pela legislação para reverter o quadro.

Os tricolores não abrem mão de estarem totalmente respaldados pelas autoridades competentes para o caso de um funcionário contrair a Covid-19. Caso não haja esta segurança, a cúpula entende que não há ambiente para treinos e jogos

Na última semana, o Fluminense já havia se manifestado de forma semelhante, concordando com reinicio das atividades, apenas se as principais autoridades envolvidas permitissem.

Fonte: UOl
Foto: Lucas Merçon / FFC

Sobre o autor