Apesar de ter 38 funcionários infectados pelo Coronavírus, Ferj diz que Flamengo é exemplo a ser seguido

O Flamengo anunciou na manhã desta quinta-feira (7) que havia realizado uma testagem em massa em seu departamento de futebol, detectando 38 funcionários com infecção pelo novo Coronavírus (Covid-19). Apesar disse, a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) elogiou a abordagem do clube.

De acordo com a entidade, o clube da Gávea “é um exemplo a ser seguido”, declarou o presidente da Ferj, Rubens Lopes.

Mesmo com o número de infectados confirmados, o Flamengo segue mantendo a idéia de retornar aos treinos na próxima semana, o que vai de encontro com ideia da Ferj, que chegou inclusive a liberar o retorno das atividades na última segunda-feira (4), tendo no entanto a autorização vetada pelo governo estadual e municipal.

Procurada pela reportagem do jornal Extra!, A Federação enviou uma declaração:

– O Flamengo fez o que todas as empresas deveriam fazer: testar os seus funcionários e promover as ações médicas para cada caso, o que foi feito dentro dos padrões técnicos. Tudo fruto da consciência, responsabilidade e observância do protocolo que o futebol do Rio de Janeiro desenvolveu com participação ativa dos médicos de todos os clubes (Jogo Seguro). A meu ver um exemplo a ser seguido – informou a Federação.

Vale destacar que o Fluminense vem sendo uma espécie de oposição à tentativa da federação de retomada do Campeonato Carioca neste mês, se posicionando inclusive contra uma volta aos treinos no CT sem antes receber uma autorização assinada por órgãos de saúde liberando as atividades.

Vale destacar ainda que desde o último sábado o elenco tricolor já participa de treinos remotos com orientações dos profissionais do clube por vídeoconferência com cada jogador realizando as atividades de casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *