Detalhes sobre a duração da punição ao goleiro Rodolfo

O jornalista Gilmar Ferreira, do jornal Extra, informou sobre o caso Rodolfo. O goleiro que foi punido pela Conmebol com três anos de suspensão após ser pego no exame antidoping realizado em 23 de maio de 2019 – na partida o Fluminense ganhou de 4 a 1 o Atlético Nacional da Colômbia, no Maracanã, pela Copa Sul-Americana – no laudo foi detectado “Benzoilecgonina”, metabólito da substância proibida. O julgamento do goleiro aconteceu no dia 5 de dezembro de 2019, no Tribunal de Disciplina da Conmebol (TDC), no Paraguai.

Rodolfo cumprirá dois anos de pena enquanto aguardo o recurso ao Tribunal de Apelação da própria entidade. O goleiro teve contrato rescindido após o ocorrido, entretanto, o Fluminense custeia a defesa, como os gastos do tratamento psicológico e mantém remuneração de ajuda de custo, confiante na redução da pena.

Foto Reprodução: Lucas Merçon/FFC

Sobre o autor