Coronavírus: Fluminense informa que nenhum jogador contraiu o vírus, mas confirma contágio em familiares de funcionários

Em entrevista ao site Globo Esporte, o presidente do Fluminense Mário Bittencourt confirmou que o clube não planeja realizar testes de Coronavírus em jogadores e funcionários neste momento.

De acordo com o presidente, como o clube segue o cronograma de treinos virtuais, a testagem neste primeiro momento seria precipitada.

– A gente entende que é precipitado testar as pessoas agora que elas estão seguras em casa. Como existe a necessidade de uma quantidade de dias mínimos para testagem, até porque a doença tem o período de incubação, que de acordo com nossos médicos é de cinco a sete dias antes, a gente vai testar os funcionários e os atletas e colocar eles debaixo de um protocolo de retorno aos treinos assim que for determinado um prazo para essa volta. Eu defendo uma teoria baseada nas orientações dos meus médicos e profissionais de futebol de que cada clube terá o seu protocolo. Porque as condições de cada clube são diferentes. Tem clubes que têm dormitórios em seus CTs, por exemplo, nós no Fluminense ainda não temos. Outros tem apenas um campo. E já adianto que seguimos com as obras do nosso terceiro campo para tentar entregar pronta assim que voltar aos treinos – disse o mandatário.

Mário confirmou também que embora ainda não tenha tido registro de ninguém do clube com o caso, a doença já atacou familiares de funcionários do clube:

Ainda não tivemos nenhuma notificação direta. A gente tem notícias de parentes de funcionários que faleceram, como a mãe de um antigo funcionário nosso que faleceu de Covid-19, irmão de um outro funcionário que também faleceu. Não vou citar o nome para não expôr a pessoa. Agora, jogador nenhum, nem membro da comissão técnica seja dos profissionais ou juniores passou nada pra gente – completou o presidente.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Sobre o autor