Opinião – Fluminense está equivocado em se posicionar de forma radical

Vice Presidente do Fluminense ao se pronunciar contra Governo Federal e clubes co-irmãos , joga para galera e age de forma equivocada .

Talvez tentando embarcar no momento de pequeno declínio popular do Presidente da República naquela data e aproveitando se do fato de duas agremiações rivais estarem reunidas com nosso representante máximo do executivo da Federação. Dr Celso Barros me fez questionar sobre como se deve, o Fluminense e quem está a frente do clube agir .

Deixar sua posição pessoal sobre retorno ou não do futebol Brasileiro nesse momento é algo salutar e compreensivel, até porque ele é médico e tem alguma capacidade mínima para nesse contexto dar seu parecer , e ele diz priorizar vidas humanas num contexto e é até de se admirar e tem até uma lógica , disso ele não fugiu . Mas há outros pontos que analisei que vejo imprudência nas declarações dele .

Um ponto relevante mediante tudo isso é a marcação política dele. Tal como Raí do São Paulo critiquei muito , Celso não irá fugir a isso . Citar termos ao fim da postagem como “Gripezinha” deu ênfase num posicionamento particular político dele , ou seremos ingênuos !? Não! Ele da uma cutucada no nosso Presidente, mas ao Lula , condenado, ele até hoje replica em suas redes sociais . Direito dele mas cabe registro .

Mas antes fosse só isso. Foi além , aliás se fosse isso não me daria o trabalho de escrever , era completamente inteligente ignorar .

A questão está a volta ou a viabilidade de se retornar as atividades esportivas , discussão de calendário , e da volta de jogos com ou sem público! Opa pera lá!
Como assim ?! Não estava lá não sabe detalhes do que foi conversado e ataca a Flamengo e Vasco a troco de nada e sendo contra a volta do Futebol , esporte esse que é a mola propulsora das finanças do Clube e da existência do Clube , o Fluminense é pioneiro tem que estar discutindo na CBF , na FERJ e em qualquer dos Governos a viabilidade do retorno das atividades desportivas , se vai ser em Junho, Julho , Agosto ou Setembro , ele deve estar inserido nesse contexto e não simplesmente marcar uma posição contrária de forma mimada e teimosa retumbando o famoso #fiqueemcasa como se o mundo pudesse parar , discutir se pode ou não ter jogos e dar condicões a isso é fundamental, que seja sem público, que se faça testes nos atletas , levem soluções inteligentes e tentem ajudar nesse processo .

O Fluminense deu uma grande mancada nesse posicionamento , vejo com tristeza que a demagogia patife e o lobby corrente do momento político aproveitando-se dessa crise na saúde tenha atingido em cheio Laranjeiras , pois sabe-se que essa é a posição de nosso Presidente em exercício Mário Bittencourt também, lamentavelmente.

Erra o Fluminense em não tentar entrar nessa discussão e achar soluções, se fechar num casulo trazendo a política do politicamente correto só para não “mancharem” sua imagem e deixar protagonizar Flamengo e Vasco , e pior ainda trazendo uma luta politica do assunto para alfinetar rivais fora de campo .

A vida tem que continuar , o Futebol tem que continuar , há de se adaptar a uma nova realidade , hoje não pode ter público, não tenha , mas gradativamente e de forma responsável esse retorno se torna vital, ou há interesse em não retonar ou arrastar o máximo que puder ?!

Por isso vejo de forma lamentável o posicionamento do Fluminense e seus respectivos gestores em exercício.

Por Marco Velloso

Sobre o autor

2 Replies to “Opinião – Fluminense está equivocado em se posicionar de forma radical”

  1. Do que vc está falando? Fiquei na dúvida pq cita o Celso e seus comentários são de quem nem viu q entrevista do Mário, ontem. Ele não falou em ser radical, pelo contrário, deu razões objetivas e citou condicionantes pra volta, em termos gerais. O radical seria o “não pq acho que não e pronto”.
    E explicou a não participação ja reunião.
    Procure se informar. É o mínimo.

Comments are closed.