fbpx

“Nós iremos achar o tom, um acorde com lindo som…” Opinião Rodrigo Amaral


Vida louca vida, vida breve… cantaria Cazuza numa música épica, mas como bom sambista que sou, enveredo pelos acordes do cavaco e melodia do Fundo de Quintal, pois hoje já são mais de 20 mil choros que não tocarão o meu bandolim, isolamento social, consciência pessoal para o bem de uma comunidade que luta pelo pão de cada dia, com a fé que trás no peito sendo sua maior companhia, consciência essa que muitos não conseguem entender, quem não pode ficar em casa por não ter uma reserva financeira, ou um emprego que faça “home office”, acaba sucumbindo, ou se despe de qualquer vaidade e pede ajuda para sobreviver ou se veste com as roupas de Jorge e se arma para essa batalha, com máscara, álcool gel, fé e esperança, com a certeza de que é isso que tem que ser feito, já dizia Herbert de Souza, o querido Betinho, “quem tem fome tem pressa”.
E o famoso esporte bretão? Não é um ofício de primeira necessidade, não, mas…. vejam esses números extraidos de um relatório de 2019 da CBF, que interessantes:
Clubes profissionais: 742
Clubes amadores: 385
Contratos profissionais: 22.177
Vínculos não profissionais: 38.309.
Ou seja, 1.127 clubes e 60.486 familas dependentes dos clubes.
Os dirigentes ficam entre a cruz e a espada, pois sabem a gravidade da coisa, uns com mais outros com menos consciência humanitária, mas não se pode vendar os olhos e nem se deixar enganar, planos de contingências devem ser discutidos numa cadeia de responsabilidades e o bom senso mensurado sendo o norte, pedindo licença a Shakspeare, Voltar ou não voltar, eis a questão, que pode ser e deve ser mais profundo, Voltar quando? De que forma? Quais protocolos a tomar? Seria sensato a volta dos jogos com público? Num mundo onde nada se cria e tudo se copia, que olhemos mais uma vez para o velho continente, onde passos estão sendo dados, assim como observamos no início dessa calamidade pública chamada pandemia.
Que os Deuses do Futebol possam iluminar as mentes de todos os organizadores e amantes desse esporte que une, que trás felicidade e empregos, na direção correta.
REPINICADAS
O GRES PARAISO DO TUIUTI anunciou seu enredo para 2021, “Soltando os bichos”. Assim como:
●GRES UNIDOS DO VIRADOURO, Enredo: Não há tristeza que possa suportar tanta alegria’
● GRESE IMPÉRIO DA TIJUCA, Enredo: “Samba de Quilombo: A Resistência pela raiz”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top