Há 12 anos Tricolor despachava o Boca Juniors e avançava à final da Libertadores

No dia 4 de junho de 2008, o Tricolor encarava o então atual campeão das Américas, pela partida de volta da semi-final da Libertadores, em um Maracanã pulsante.
Após empate heroico por 2 a 2 na La Bobonera, quase 85 mil torcedores empurraram a equipe, que para avançar a decisão bastava apenas uma simples vitória ou empate inferior ao placar do jogo de ida (0 a 0 e 1 a 1).

Depois de um primeiro tempo sem gols, todos os Tricolores ficaram apreensivos logo no início da segunda etapa, quando Palermo abriu o placar, aos 12′ minutos. Sem sentir o baque o Flu foi pra cima e cinco minutos depois (aos 17′) Washington, de falta, igualou o placar.
A partir daí o Maracanã pulsou sob o canto “Horto Mágico”, definitivamente a torcida Tricolor se tornou o décimo segundo jogador naquela noite, foi quando aos 26′ minutos, Conca, virou o placar para o Flu.
Precisando buscar o resultado, o time argentino saiu pro jogo, mas o time comandado por Renato Gaúcho conseguiu administrar a partida. E no apagar das luzes, após saída errada da defesa do Boca, Dodô, aos 47′ minutos, fechou o caixão e sacramentou a classificação para a finalíssima contra a LDU.

Ficha técnica de Fluminense 3 x 1 Boca Juniors – Libertadores 2008

FLUMINENSE: Fernando Henrique, Gabriel, Thiago Silva, Luiz Alberto e Junior Cesar; Ygor (Dodô), Arouca, Cícero, Conca e Thiago Neves (Maurício); Washington (Roger).

Técnico: Renato Gaúcho.

BOCA JUNIORS: Migliore, Ibarra, Cáceres, Paletta e Rodrigues (Boselli); Battaglia, Vargas (Ledesma), Dátolo (Chávez) e Riquelme; Palácio e Palermo.

Técnico: Carlos Ischia

Confira os melhores momentos

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *