Fluminense relembra os 10 maiores artilheiros do clube no Maracanã

O Maracanã completa 70 anos nesta terça-feira (16), e para celebrar a data, o Fluminense relembrou fatos memoráveis vividos pelo Tricolor no estádio mais famoso do Mundo.

Um deles, uma lista com os dez maiores artilheiros do clube no estádio, relatando nomes como: Waldo, Telê, Washington Rivelino além de Magno Alves e Fred, artilheiros mais recentes da equipe. Confira o top 10 do Flu no Maraca:

10º – Manfrini e Rivellino – 41 gols
Abrindo o ranking, uma dupla da Máquina Tricolor. Com 41 gols no estádio, os meias Manfrini e Rivellino dividem a décima posição. O primeiro tem como momento mais marcante os dois gols marcados na decisão do Carioca de 1973, contra o Flamengo, torneio ele também conquistou o torneio em 1975, já pela Máquina e ao lado de Rivellino. O “Patada Atômica” fez história no Tricolor desde o seu primeiro jogo, quando marcou três vezes na sua estreia no Maracanã diante do Corinthians, seu ex-time. Ainda fez outros tentos históricos, como o do título da Taça Guanabara de 1975, aos 14 do segundo tempo da prorrogação e o “gol do elástico”, contra o Vasco.

9º – Escurinho – 43 gols
Considerado por muitos o maior ponta-esquerda de todos os tempos do Fluminense, Escurinho chegou ao Tricolor em 1954 e em 10 anos, fez 490 jogos (quarto na história do clube) e marcou 112 gols, sendo 43 deles no Maracanã. Conquistou dois Rio-SP (1957 e 1960) e dois Cariocas (1959 e 1964). Na conquista do Rio-SP de 1960, em uma goleada por 7 a 2 sobre o São Paulo, Escurinho marcou um golaço, considerado um dos mais bonitos da sua carreira.

8º – Washington (Casal 20) – 46 gols
Tri-campeão carioca (1983/84/85), campeão brasileiro (1984) e nono maior artilheiro da história do Fluminense. Esses são apenas alguns feitos de Washington com a camisa tricolor. Parte do Casal 20, fez história no clube ao lado de seu eterno companheiro Assis. Como esquecer golaços que marcou no Maracanã, como o voleio contra o Flamengo e a sequência de dribles contra o Vasco?

Toggle navigation

Fluminense

15/06/2020 21:55 – EM FUTEBOL70 anos do Maracanã: os dez maiores artilheiros do Fluminense no estádioConfira quem são os dez jogadores que mais marcaram gols pelo Tricolor no Templo do Futebol


Compartilhe


Seja Sócio e tenha vantagens na compra de ingressos, além de descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!

O Maracanã completa 70 anos nesta terça-feira e a história do estádio se entrelaça com a do Fluminense. Desde o primeiro gol do Templo do Futebol, feito por Didi, jogador do Tricolor, até o último, antes da pandemia, marcado por Fernando Pacheco, esta história pode ser contada por quem fez a torcida gritar gol no Maior do Mundo: os artilheiros.

Em mais de 1700 jogos, o Flu balançou 2876 vezes a rede do Maracanã. Chegou a hora de celebrar o aniversário do estádio com o top 10 de artilheiros do Fluminense no Templo do Futebol.

10º – Manfrini e Rivellino – 41 gols
Abrindo o ranking, uma dupla da Máquina Tricolor. Com 41 gols no estádio, os meias Manfrini e Rivellino dividem a décima posição. O primeiro tem como momento mais marcante os dois gols marcados na decisão do Carioca de 1973, contra o Flamengo, torneio ele também conquistou o torneio em 1975, já pela Máquina e ao lado de Rivellino. O “Patada Atômica” fez história no Tricolor desde o seu primeiro jogo, quando marcou três vezes na sua estreia no Maracanã diante do Corinthians, seu ex-time. Ainda fez outros tentos históricos, como o do título da Taça Guanabara de 1975, aos 14 do segundo tempo da prorrogação e o “gol do elástico”, contra o Vasco.

9º – Escurinho – 43 gols
Considerado por muitos o maior ponta-esquerda de todos os tempos do Fluminense, Escurinho chegou ao Tricolor em 1954 e em 10 anos, fez 490 jogos (quarto na história do clube) e marcou 112 gols, sendo 43 deles no Maracanã. Conquistou dois Rio-SP (1957 e 1960) e dois Cariocas (1959 e 1964). Na conquista do Rio-SP de 1960, em uma goleada por 7 a 2 sobre o São Paulo, Escurinho marcou um golaço, considerado um dos mais bonitos da sua carreira.

8º – Washington (Casal 20) – 46 gols
Tri-campeão carioca (1983/84/85), campeão brasileiro (1984) e nono maior artilheiro da história do Fluminense. Esses são apenas alguns feitos de Washington com a camisa tricolor. Parte do Casal 20, fez história no clube ao lado de seu eterno companheiro Assis. Como esquecer golaços que marcou no Maracanã, como o voleio contra o Flamengo e a sequência de dribles contra o Vasco?

7º – Fred – 50 gols
“O Fred vai te pegar”. Todo Tricolor conhece esse grito e já cantou alguma vez, seja em casa, seja no Maracanã. O atacante, que voltou ao Fluminense em 2020, é o sétimo maior artilheiro da história do clube no Maracanã, com 50 gols marcados. Entre eles, os dois de sua estreia contra o Macaé, e duas pinturas: a chapada de fora da área contra o Vitória, em 2009, e o voleio contra o Botafogo, em 2010.

6º – Gil – 52 gols
O “Búfalo” Gil, como era conhecido, foi uma das principais engrenagens da Máquina Tricolor. O ponta-direita era uma força da natureza dentro de campo, aliando força, velocidade e habilidade. Marcou 52 dos seus 75 gols com a camisa tricolor no Maracanã. Em um dos seus maiores jogos pelo Flu, marcou três vezes na goleada por 5 a 1 sobre o Vasco, pelo Carioca de 1974.

Fluminense

15/06/2020 21:55 – EM FUTEBOL70 anos do Maracanã: os dez maiores artilheiros do Fluminense no estádioConfira quem são os dez jogadores que mais marcaram gols pelo Tricolor no Templo do Futebol


Compartilhe


Seja Sócio e tenha vantagens na compra de ingressos, além de descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!

O Maracanã completa 70 anos nesta terça-feira e a história do estádio se entrelaça com a do Fluminense. Desde o primeiro gol do Templo do Futebol, feito por Didi, jogador do Tricolor, até o último, antes da pandemia, marcado por Fernando Pacheco, esta história pode ser contada por quem fez a torcida gritar gol no Maior do Mundo: os artilheiros.

Em mais de 1700 jogos, o Flu balançou 2876 vezes a rede do Maracanã. Chegou a hora de celebrar o aniversário do estádio com o top 10 de artilheiros do Fluminense no Templo do Futebol.

10º – Manfrini e Rivellino – 41 gols
Abrindo o ranking, uma dupla da Máquina Tricolor. Com 41 gols no estádio, os meias Manfrini e Rivellino dividem a décima posição. O primeiro tem como momento mais marcante os dois gols marcados na decisão do Carioca de 1973, contra o Flamengo, torneio ele também conquistou o torneio em 1975, já pela Máquina e ao lado de Rivellino. O “Patada Atômica” fez história no Tricolor desde o seu primeiro jogo, quando marcou três vezes na sua estreia no Maracanã diante do Corinthians, seu ex-time. Ainda fez outros tentos históricos, como o do título da Taça Guanabara de 1975, aos 14 do segundo tempo da prorrogação e o “gol do elástico”, contra o Vasco.

9º – Escurinho – 43 gols
Considerado por muitos o maior ponta-esquerda de todos os tempos do Fluminense, Escurinho chegou ao Tricolor em 1954 e em 10 anos, fez 490 jogos (quarto na história do clube) e marcou 112 gols, sendo 43 deles no Maracanã. Conquistou dois Rio-SP (1957 e 1960) e dois Cariocas (1959 e 1964). Na conquista do Rio-SP de 1960, em uma goleada por 7 a 2 sobre o São Paulo, Escurinho marcou um golaço, considerado um dos mais bonitos da sua carreira.

8º – Washington (Casal 20) – 46 gols
Tri-campeão carioca (1983/84/85), campeão brasileiro (1984) e nono maior artilheiro da história do Fluminense. Esses são apenas alguns feitos de Washington com a camisa tricolor. Parte do Casal 20, fez história no clube ao lado de seu eterno companheiro Assis. Como esquecer golaços que marcou no Maracanã, como o voleio contra o Flamengo e a sequência de dribles contra o Vasco?

7º – Fred – 50 gols
“O Fred vai te pegar”. Todo Tricolor conhece esse grito e já cantou alguma vez, seja em casa, seja no Maracanã. O atacante, que voltou ao Fluminense em 2020, é o sétimo maior artilheiro da história do clube no Maracanã, com 50 gols marcados. Entre eles, os dois de sua estreia contra o Macaé, e duas pinturas: a chapada de fora da área contra o Vitória, em 2009, e o voleio contra o Botafogo, em 2010.

6º – Gil – 52 gols
O “Búfalo” Gil, como era conhecido, foi uma das principais engrenagens da Máquina Tricolor. O ponta-direita era uma força da natureza dentro de campo, aliando força, velocidade e habilidade. Marcou 52 dos seus 75 gols com a camisa tricolor no Maracanã. Em um dos seus maiores jogos pelo Flu, marcou três vezes na goleada por 5 a 1 sobre o Vasco, pelo Carioca de 1974.

5º – Magno Alves – 60 gols
Xodó da torcida tricolor no início dos anos 2000, o “Magnata” brilhou muito em duas passagens vestindo as três cores que traduzem tradição. Dentre seus 124 gols pelo Fluminense, Magno Alves marcou quase metade deles no Maracanã – 60. Em seu momento mais marcante, uma noite inesquecível contra o Santa Cruz pelo Brasileiro de 2000, quando marcou nada menos do que cinco vezes na vitória por 6 a 1. “Ah, Magno Alves!”

4º – Flávio – 61 gols
Conhecido como o “Minuano”, uma referência ao vento característico do Rio Grande do Sul, seu estado natal, Flávio veio para o Fluminense em 1969 para fazer história. Em três anos, conquistou dois Cariocas (1969 e 1971) e um Brasileiro (1970). Dentre estes títulos, se destacou na decisão de 1969, quando marcou o gol da vitória por 3 a 2 sobre o Flamengo, na reta final da partida, em um Maracanã abarrotado com mais de 170 mil pessoas.

3º – Lula – 65 gols
O pernambucano Lula era um ponta-esquerda clássico. Aliando habilidade, velocidade e visão de jogo, era um mestre dos cruzamentos. Apesar de se destacar por suas assistências, também colocava suas bolas na rede. Não à toa é o terceiro desta lista, com 65 gols no Maracanã, entre eles um inesquecível: o gol do título carioca em 1971, em uma decisão eletrizante contra o Botafogo.

2º – Telê – 66 gols
Por apenas um gol de diferença, Telê ficou com a segunda colocação na lista. Franzino, mas muito rápido, ganhou o apelido de “Fio de Esperança”. Telê se tornou um dos maiores ídolos da história do Fluminense por sua dedicação e conquistas. Fez mais de 500 jogos em dez anos, marcando 164 vezes – quinto maior artilheiro da história do Tricolor -, sendo 66 destes no Maracanã. Neste período, conquistou dois cariocas (1951 e 1959), dois Rio-SP (1957 e 1960) e o inesquecível título Mundial de 1952. Na campanha, Telê deixou sua marca uma vez, abrindo o caminho da vitória por 5 a 2 sobre o Áustria Viena-AUT.

1º – Waldo – 94 gols
O maior artilheiro do Fluminense no Maracanã não poderia ser outro: Waldo. Ninguém fez mais gols vestindo a camisa tricolor do que ele. Dos 319 marcados pelo Flu entre 1954 e 1961, 94 foram no Maracanã. Pelo clube, conquistou o Carioca de 1959 e os Rio-SP de 1957 e 1960 – sendo artilheiro das duas conquistas. Centroavante de estilo sério, era muito oportunista e dificilmente desperdiçava chances. Dentre seus 94 gols, muitos marcantes, como o gol do título do Rio-SP de 1960, contra o Palmeiras e os três marcados em uma virada (3 a 2) inesquecível contra o Vasco, pelo mesmo torneio.

Foto em destaque: Arcevo/Flumemória

Fonte: Comunicação/FFC

4 Replies to “Fluminense relembra os 10 maiores artilheiros do clube no Maracanã”

  1. It is hoped that these indicators assist you to identify whether or not or not you have a on line casino gambling problem. It is a by no means ending difficulty to these who are hooked on gambling. This way you can make the very best bets possible.

  2. The writer’s identify is Loreta Quarterman however she doesn’t seriously like currently getting identified as like that. Her spouse and her chose to reside in New Jersey but her husband desires them to transfer. The favorite hobby for my youngsters and me is kayaking and now I’m hoping to gain income with it. Managing folks has been his profession for some time and his wage has been actually fulfilling.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *