fbpx

Fluminense parcela dívida e chega a acordo com ex volante Edwin Valencia

A diretoria do Fluminense segue buscando formas de acertar os cofres do clube e nesta semana chegou a mais um acordo com um ex jogador que buscou seus direitos na justiça: o volante Edwin Valencia, que atuou no clube entre 2010 e 2014.

O acordo foi homologado pelo Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro, quando o clube teve uma dívida de R$ 1,78 milhões divididas em 36 parcelas.

O processo vinha se arrastando desde 2015, quando o colombiano acionou o clube, cobrando verbas rescisórias e parcelas do FGTS, inclusive sobre o direito de imagem.

A dívida inicial do clube com o jogador era inferior aos R$1,78 milhões, mas chegou a este valor em razão das incidências de juros e correções ao longo dos cinco anos do processo.

Representante do jogador no caso, o advogado Dyego Tavares, explicou a importância do acordo, principalmente para evitar uma possível penhora ao clube:

No meio jurídico buscamos sempre o melhor entendimento para as duas partes. O Valencia sempre falou do Fluminense com carinho e do respeito que ele tem pelo presidente Mário Bittencourt, então traçamos um caminho positivo para clube e jogador. Esse acordo evitou penhoras e a continuidade do processo – Disse o advogado em resposta ao site Globoesporte.com.

Fonte: Globoesporte.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top