fbpx

Demitido após 38 dias no cargo, Oswaldo de Oliveira cobra dívida milionária do Flu na justiça

Oswaldo de Oliveira chegou ao Fluminense no meado de 2019 com a missão de colocar o time nos trilhos. Contudo, o trabalho durou apenas 38 dias e antes da demissão o treinador acumulou briga com Ganso e uma eliminação na Copa Sul-Americana dentro do Maracanã.

Se já não bastasse os problemas deixados dentro de campo o treinador agora cobra uma valor na casa dos R$ 1.876.602,30 do Tricolor, conforme noticiou o portal Esporte News Mundo.

O caso corre na 42ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro do Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região (TRT-1). Oswaldo de Oliveira cobra do Fluminense valores referentes a danos morais, dispensa imotivada, rescisão do contrato de trabalho, dentre outros pontos.

Ao longo desta última passagem, Oswaldo comandou o Flu em sete partidas acumulando um aproveitamento de 38,1%, sendo duas vitórias, dois empates e três derrotas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top