Ex-Flu, De amores acusa clube por erro médico e cobra valor milionário

O goleiro uruguaio Guillermo de Amores, que passou pelo Flu entre 2018 e 2019, mas não chegou a atuar uma partida sequer, entrou na Justiça contra o clube cobrando verbas trabalhistas não pagas e danos materiais e morais relacionados à grave lesão sofrida no joelho.

O total da ação, que corre no Tribunal de Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro, é de R$1.569.138,95. No documento De Amores acusa o departamento médico do Fluminense de ter cometido erros no diagnóstico e no tratamento da lesão no joelho direito. Ele relata ainda que teve complicações nas cirurgias que passou pelo clube, como infecção, e que só conseguiu se descobrir e tratar o problema com um especialista na Espanha.

E após o tratamento o goleiro foi diagnosticado com uma sequela permanente no músculo de sua coxa. Na ação ele alega que tais sequelas impedem o jogador, hoje com 26 anos, “de exercer suas atividades laborativas no mesmo nível em que estava quando se apresentou ao clube carioca”.

Confira o valores do processo movido por De Amores

R$546.460,00 de verbas trabalhistas alegadamente não pagas;

R$ 65.000,00 de multa por rescisão contratual;

R$154.778,66 por danos materiais;

R$325.000,00 por danos morais;

Além de honorários advocatícios


Fonte: ge
Foto: Mailson Santana / FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *