Futebol Feminino se reapresentou em Xerém

As atletas e comissão técnica do futebol feminino do Fluminense se reapresentaram em Xerém, nesta quinta-feira 24.09.2020, com protocolo de prevenção à Covid-19, para dar continuidade aos trabalhos. O Campeonato Brasileiro Feminino A2 foi interrompido na primeira rodada, as equipes mantiveram a forma física e técnica acompanhadas à distância.

Após os testes RT-PCR para diagnóstico da Covid-19, as jogadoras seguiram para o trabalho de fisiologia. O preparador físico, Luiz Guilherme, explicou que seria um treinamento de força, baseado em estudo em parceria com Fábio Nakamura, disse. “Hoje serão realizados testes de salto e avaliação antropométrica, e na semana que vem o restante dos testes, como aceleração, agachamento e Hip Thrust, a base do treinamento de força será essa”, finalizou.

A Técnica Thaissan Passos, o ponto primordial é o bem-estar das Atletas , para poder prepará-las com foco na busca ao acesso à série A1, disse: “Precisamos nos preparar dia após dia, para conseguir um ganho de maneira mais linear possível e continuar com o propósito de acesso para a A1 no ano que vem”.

Thaissan falou ainda, que o grupo terá duas capitãs: Kelly e Dani Serrão.  Ambas somaram positivamente com o clima dentro e fora de campo no envolvimento e inteligência emocional durante a quarentena. “Foram fatores que influenciaram na decisão de ter duas capitãs para o elenco, levando em conta, também, o atual momento de pandemia. Gostaríamos de ter várias líderes dentro do nosso elenco. A Dani já é uma líder por natureza, apesar de a Kelly ter sido capitã por todo Campeonato Estadual e Brasileiro, queremos estimular para que outras lideranças possam ocupar esse espaço”, explicou a Técnica.
O Fluminense venceu o Toledo-PR no dia 14 de março, em Laranjeiras, na estreia do Campeonato Brasileiro, pelo placar de 4 a 2. Roberta, Vilmara e Kelly (2x), marcaram os gols do time. O próximo confronto será contra a Chapecoense, em outubro.

A Gerente de Futebol Feminino, Amanda Storck, ter o CTVL à disposição para treinamentos agrega no trabalho da equipe e colabora para o alcance do objetivo de conquistar o acesso para a A1, disse. “Acho que as meninas estão se sentindo mais Fluminense do que nunca, fazendo parte do CTVL, utilizando toda a estrutura e com os profissionais que temos à disposição. Tenho muito a agradecer ao presidente (Mário Bittencourt) e à gerência da Base em Xerém por terem aberto as portas do CT para o Futebol Feminino”.
Foto Mailson Santana Flick Fluminense

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *