Empresário que acusou o Fluminense sai do anonimato e questiona nota do clube

A acusação feita ao Fluminense sobre um possível esquema de “rachadinha” ganhou mais um capítulo. Após o clube divulgar uma nota negando as acusações na noite da última sexta-feira (09), o empresário que denunciou o possível esquema saiu do anonimato e questionou a nota do clube.

Diego Perez publicou uma nota na manhã deste sábado (10), na qual confirma a veracidade das acusações e ainda reiterou as ameaças de morte que sofre pelo seu ex parceiro, Renato Ambrósio, da Live Sorte.

Veja a nota do empresário Diego Perez:

Sou Diego Perez, responsável pelas denúncias no blog do Paulinho. O motivo da denúncia não é político, não tendo eu a mínima intenção de gerar problemas ao Fluminense.

O caso mereceu repercussão, sim, em razão de ter sido eu, realmente, ameaçado de morte pelo o sócio da empresa Live Sorte, ameaça também feita aos meus familiares. E essa ameaça foi tão contundente que eu estou confinado em meu apartamento, há mais de 30 dias, tendo eu tido, inclusive, problemas que me levaram à buscar socorro hospitalar.

Sobre a matéria, confirmo a veracidade dos prints e dos áudios. Eu tenho comigo todos os áudios, imagens e, inclusive, documentos ainda não divulgados, me colocando à disposição de todos os órgãos legais e das autoridades constituídas para uma eventual perícia, caso necessário.

Quanto à nota oficilal do Fluminense, a vejo como lamentável, merecendo o meu repúdio, pois ao invés de censurar o representante da empresa Live Sorte pelo o áudio divulgado, o clube optou por apoiar o seu parceiro de negócio, apesar de saber que aquela voz era exatamente a dele. Essa mesma nota oficilal diz não ter feito negócio comigo, em razão da existência de inconformidades jurídicas. Ocorre que, no sábado, de manhã, véspera do FlaxFlu, fui eu que enviei toda a documentação solicitada pelo Dr. Heraldo Yunes ( VP jurídico do Fluminense ), a fim de viabilizar o projeto que, no final, acabou se tornando num negócio que fez com que o clube recebesse uma vultosa quantia financeira. Ora, se havia inconformidade jurídica, como foi que essa transação foi fechada com a mesma empresa e ainda por cima no mesmo dia?

Merece ainda repúdio veemente o fato do Fluminense não criticar nem as ameaças de morte sofrida por mim.

Quanto a nota do Renato Ambrósio da Live Sorte, digo ser impressionante como ele chega ao bizarro comentário de falar que está sendo vítima de calunia, mentira, se os áudios dele próprio confirmam rigorosamente tudo. Ao invés de tentar justificar o áudio (tenho ainda diversos com outros conteúdos), se desculpar ou se retratar pela ameaça de morte que foi dirigida, prefere ele se fazer de vítima, e estranhamente fala que está sendo chantageado. Afirmo que ele me procurou na data de ontem, em um outro celular meu (pois no meu seus dois números estão bloqueados), e eu lhe respondi que entrasse em contato com meu advogado via mensagem.

Finalizando, peço desculpa por algum transtorno causado, mas esses fatos tinham que ter sido trazidos à tona, até mesmo para resguardar a minha integridade física.E semana que vem os processos serão protocolados em todos os âmbitos civis e criminais e estarão à disposição doma imprensa os números para informação ao leitor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *