fbpx

Odair explica saída de Luiz Henrique: “Foi ao limite”

O Fluminense empatou com o até então líder do Campeonato Brasileiro, Atlético-MG, por 1 a 1 Minas, na noite da última quarta-feira (14). Um dos destaques da partida pelo lado Tricolor, Luiz Henrique deixou o campo na metade do segundo tempo, quando foi substituído por Marcos Paulo.

Eu até na primeira substituição não tinha vontade de tirar o Luiz Henrique, mas ele foi ao limite e pediu para sair. Eu não gostaria nem de tirar o Luiz. Estava muito bem na partida – disse o treinador que ainda explicou o porquê de optar por Marcos Paulo e não Lucca, que estava a disposição pela primeira vez:

Eu tinha opção do Lucca e do Marcos Paulo, mas eu já visualizava a situação do Felippe (Cardoso). Eu até levei o Felippe um pouco mais pela característica, ele te dá essa imposição no duelo por dentro com os zagueiros e estava fazendo muito bem o movimento de paralela. E tendo vitória pessoal em relação a esses movimentos. Eu até na primeira substituição não tinha vontade de tirar o Luiz Henrique, talvez eu até fizesse o movimento ao contrário: trazer o Luiz Henrique para dentro e colocar o Marcos Paulo. Como poderia ser o Lucca, mas ele também está chegando agora, está se readaptando ao processo do futebol brasileiro, de treinamentos diferentes, de jogos diferentes. Ele vem de outro mercado, de outro futebol – completou.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top