fbpx

Conselho aprova por unanimidade contas de 2019 do Flu, que apresenta déficit, mas redução da dívida total

Um grupo formado por aproximadamente 70 conselhieros do Fluminense se reuniram na última terça-feira (03) por meio de videoconferência, quando aprovaram por unanimidade as contas do clube referentes ao ano de 2019 – fim do mandato Pedro Abad e primeiros meses sob administração de Mário Bittencourt.

As contas receberam a auditoria da “Mazars Auditores Independentes”, que apresentou um déficit de R$ 9.304.000,00 – quarto ano seguido fechando no vermelho, contabilizando um prejuízo de R$ 7,8 milhões a mais que 2018. Por outro lado, no período o clube reduziu em cerca de R$ 30 milhões a dívida total, que caiu de R$ 748.026.000,00 para R$ 718.866.000,00.

Segundo informações do portal GE, no entanto, apesar da aprovação das contas, grande parte dos conselheiros demonstraram preocupação com possíveis pedidos futuros de cobrança na Justiça em razão de dívidas e impostos em atraso da gestão anterior, segundo apresentado na demonstração da equipe de finanças do clube na reunião.

Ainda de acordo com o GE, o futebol apresentou uma receita bruta de R$ 250.153.00,00, sendo R$ 105.415.000,00 de vendas de jogadores, como Pedro para a Fiorentina, da Itália, e João Pedro ao Watford, da Inglaterra. A bilheteria em 2019 cresceu R$ 5,5 milhões (de R$ 10.821.000,00 para R$ 16.384.000,00), enquanto o sócio-torcedor se manteve na faixa dos R$ 5 milhões (subiu de R$ 5.216.000,00 para R$ 5.348.000,00).

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top